A JSL (JSLG11) confirmou por meio de nota, emitida na quarta-feira (14), que tem interesse em adquirir os Correios, estatal que está sendo preparada para privatização.

Outras empresas ventiladas como possíveis interessadas são FedEx, DHL, Sequoia Logística, BBM Logística, Magazine Luiza, Mercado Livre e Amazon.

Conforme a nota, a JSL ressaltou que “dentro do seu planejamento estratégico, busca avaliar todas as oportunidades que tenham sinergia com seus negócios. E os Correios estão nesse grupo”.

Já a Sequoia Logística informou que está em período de silêncio e, por isso, não comenta o assunto.

Magalu (MGLU3) e Amazon disputam por Correios, diz ministro

JSLG11: Ibovespa

A JSLG11 passou a ser negociada como SIMH3 e, às 13H50 desta quinta-feira, estava cotada a R$ 27,10, a um volume de 73.000, com beta de 1,64%, relação P/L de 23,88%, dividend yield de 0,64% e variação registrada em um ano de 50,98%.

Negou interesse

A DHL negou interesse na privatização dos Correios. “Não comentamos sobre especulações de mercado e potenciais fusões e aquisições. No momento, não temos planos para atingir o crescimento de nosso negócio postal por meio de privatizações e de outros serviços postais estrangeiros”, afirmou a companhia em nota. A Fedex informou que monitora oportunidades de mercado, mas não comenta especulações.

De acordo com o analista Luis Sales, da Guide Investimentos, o impacto de a JSL adquirir a operação dos Correios é positivo para o mercado.

“Visando ampliar seu horizonte de atuação, a JSL Logística agora afirma ter interesse na privatização dos Correios. Segundo a empresa, seu planejamento estratégico busca avaliar todas as oportunidades que possuam alguma sinergia com sua operação”, elencou.

Veja SIMH3 na Bolsa:

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: