IRB (IRBR3) volta a dar lucro com vitória na Justiça; rendimento soma R$ 84,8 milhões em agosto

O lucro líquido apresentado pela empresa chega a ser maior que o seu desempenho no Ibovespa nesta sexta-feira (22)

Um ano e meio atrás, o IRB Brasil (IRBR3) passou por exposições e polêmicas. Isso porque fraudes contábeis bilionárias foram descobertas no financeiro da empresa e expostas publicamente. Desde então, a resseguradora tem caído no mercado e vem lutando para reconquistar o seu lugar ao sol, coisa que conseguiu depois da última quinta-feira (21).

A companhia divulgou no relatório mensal enviado à Superintendência de Seguros Privados (Susep) que, após a vitória em uma ação judicial de R$ 129,4 milhões ligada ao PIS/PASEP, conseguiu obter um lucro líquido de R$ 84,8 milhões em agosto.

Depois dessa notícia, os investidores se permitiram ficar otimistas. No entanto, vale lembrar que o balanço oficial da empresa no terceiro trimestre ainda será divulgado, no próximo dia 11 de novembro.

Carta na Manga

Os resultados apresentados no relatório mensal são considerados uma verdadeira carta na manga para o IRB. Afinal, não é apenas o seu lucro que veio de forma surpreendente. 

O IRB também alcançou ótimos resultados para somar em seus resultados anuais. Até agora, a resseguradora acumula um prejuízo de R$ 168,9 milhões,  77% a menos quando comparado com seu prejuízo de 2020, que chegou a  R$ 734 milhões.

Além disso, a empresa emitiu R$ 750,5 milhões em prêmios só no mês de agosto. Esse resultado representa um aumento de 7,6% em comparação ao mesmo período de 2020. Em suma, a operação brasileira somou R$ 454,7 milhões, ao mesmo passo que os negócios no exterior chegaram a R$ 295,8 milhões.

IRB (IRBR3) volta a dar lucro com vitória na Justiça; ganho soma R$ 84,8 milhões em agosto
Logomarca IRB

Lucro subindo, despesas caindo

Ainda de acordo com o relatório apresentado pela IRB, despesas com sinistros (acidentes que causam danos a um bem segurado) caíram significativamente. O relatório mostra um gasto de R$ 533,7 milhões em agosto, 10,1% a menos na comparação anual. Por fim, a despesa de sinistro somou R$ 3,7 bilhões em 2021.

Entretanto, a empresa acumula índice de sinistralidade de 87,2% em 12 meses. Em resumo, o resultado final é 16,5 pontos percentuais menor na comparação com os oito primeiros meses do ano passado.

Cotação atual

Mesmo após as boas notícias, os ativos continuam em queda.

As ações do IRB Brasil encerraram a última quarta-feira (20) em R$ 5,22. O valor representa uma queda de 24,89% nos últimos 12 meses. Hoje (22), os ativos estão sendo negociados a R$4,79, uma baixa de 4,95%. Em síntese, a empresa vale R$ 6,58 bilhões na Bolsa de Valores.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais