Investimentos em CDBs de grandes bancos estão rendendo menos que a poupança?

Com o aumento da taxa Selic. a rentabilidade de vários investimentos mudaram

Com a decisão do Copom (Comitê de Política Monetária) de aumentar a taxa Selic para 6,25% ao ano, muitos investimentos financeiros em renda fixa estão rendendo mais que anteriormente. No entanto, com alguns CDBs não foi bem assim.

Segundo uma análise do maior buscador de investimentos do país, o Yubb, os investimentos em CDBs de grandes instituições financeiras superaram a poupança nova como a pior opção de investimentos em termos de rentabilidade.

O que são CDBs?

Em suma, o Certificado de Depósito Bancário é um título de renda fixa emitido pelos bancos com o intuito de recolher recursos para financiar suas operações de crédito.

Logo, os CDBs se destacam entre os ativos de renda fixa graças a sua liquidez atrativa e o oferecimento de baixos riscos. Portanto, é considerado um dos ativos de renda fixa com mais procura. 

Desse modo, o cálculo da rentabilidade é baseado na taxa de regresso escolhida ao adquirir o título. Ou seja, os CDBs são categorizados em, prefixados, pós-fixados ou híbridos. Ainda que, eles sejam compartilhados pelos bancos ou corretoras responsáveis.

Sendo assim, do mesmo modo que funcionam os de mais títulos de renda fixa, a tributação do CDB acompanha a tabela regressiva. Portanto, se o capital ficar em até 180 dias, ele é tributado em até 22,5%. Logo, se for em até dois anos, a menor tributação será de 15%.

Investimentos em CDBs de grandes bancos estão rendendo menos que a poupança? Entenda
Investimentos em CDBs

Aumento da Selic, quanto rende agora?

O aumento da taxa Selic recebeu diversas críticas do mercado. Isso porque já é a quinta vez que o indicador sobe em 1%. De acordo com especialistas, esses aumentos acabaram saindo do controle.

Posto que, com a mudança da taxa Selic, a rentabilidade da poupança passará a ser 0,36% ao mês e 4,38% ao ano. Anteriormente, o rendimento da poupança era de 0,30% ao mês e de 3,68% ao ano.

Ainda que muitos investidores optam por investimentos de renda fixa fundamentado nos números divulgados por instituições financeiras e corretoras, nem sempre o resultado final corresponde à taxa prometida.

Para Bernardo Pascowitch, fundador do Yubb, o Copom está em uma posição desafiadora, dado que precisa estimular o crescimento econômico do Brasil, juntamente com a recuperação dos danos causados pela pandemia.

“Não é uma tarefa fácil. A alta dos juros contribui para o controle inflacionário, mas desestimula a recuperação econômica e a redução do desemprego. Por outro lado, os juros mais baixos aceleram a alta dos preços, mas contribuem para o avanço da economia”, disserta.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais