Hidrovias do Brasil (HBSA3) tem sucesso na reestruturação de sua dívida

A Hidrovias do Brasil (HBSA3), empresa de soluções logísticas integradas, anunciou a emissão de títulos de dívida no mercado internacional, por meio da subsidiária Hidrovias International Finance, no montante de US$ 500 milhões.

A companhia aproveitou do momento favorável de mercado para realizar com sucesso uma operação de reperfilamento de sua dívida, operação conhecida no mercado financeiro como Liability Management, alongando o prazo de vencimento e reduzindo a taxa de juros. Os recursos obtidos nesta nova captação serão utilizados principalmente para o pagamento antecipado de parte significativa de sua dívida emitida em 2018 e com vencimento em 2025.

CM Capital divulga carteira recomendada para janeiro

HBSA3: a operação

Esta operação de recompra antecipada da dívida existente, em conjunto com uma nova emissão, foi capaz de reduzir as taxas de juros dos novos títulos para 4,950% e aumentar o prazo de vencimento para 2031, não resgatável em até 5 anos, sem alterar significativamente o montante original da dívida.

Os bonds originais, adquiridos, em 2018, por investidores internacionais localizados principalmente nos Estados Unidos, Ásia e Europa, tinham remuneração de 5,950% e vencimento em 2025.

CEO

Segundo Fabio Schettino, CEO da Hidrovias do Brasil, a transação pode ser considerada um grande sucesso. “O nível de interesse e demanda pela renegociação da dívida da HBSA foi muito expressivo, excedendo em mais de oito vezes o valor da oferta. Esta forte demanda é o reconhecimento do mercado financeiro internacional de dívida em relação aos sólidos fundamentos de crédito da companhia”, complementa ele.

A empresa

A Hidrovias do Brasil é uma empresa de soluções logísticas hidroviárias integradas. Por meio de uma ampla base de ativos de última geração, incluindo terminais de transbordo e portuários, além de avançada frota própria de empurradores, barcaças e navios, oferece soluções personalizadas para atender às necessidades de seus clientes.

Fundada em 2010, atua em grandes corredores logísticos no norte do Brasil e na bacia dos rios Paraguai, Uruguai e Paraná. No Corredor Logístico Norte (Miritituba-Barcarena, Pará), a companhia oferece uma alternativa logística integrada para o transporte e escoamento de grãos da região Centro-Oeste do Brasil, bem como operação de cabotagem para transporte de minérios (bauxita) entre Porto Trombetas e Barcarena, ambas no Pará.

Para estas operações, foram investidos cerca de R$ 2,2 bilhões na região, que tem capacidade de movimentar até 6,5 milhões de toneladas anuais de grãos e 6 milhões de toneladas de bauxita. No Corredor Logístico Sul, sua operação é feita por meio da Hidrovia Paraguai-Paraná, onde movimenta mais de 6 milhões de toneladas de cargas diversas, como commodities agrícolas, minérios, fertilizantes, celulose, entre outras. A empresa atua ainda no Terminal de Santos, no Estado de São Paulo, onde realiza, desde o segundo trimestre de 2020 as operações de transbordo e armazenamento de sal e fertilizantes.

Veja HBSA3 na Bolsa:

  • Só clique aqui se já for investidor

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais