A Gol (GOLL4) registrou crescimento de 33% na demanda doméstica em dezembro, quando a oferta aumentou 38%, ambos em relação a novembro, de acordo com dados prévios de tráfego divulgados pela companhia aérea nesta quarta-feira (6).

Na comparação ano a ano, porém, houve declínio de 28,5% na demanda e queda de 26,7% na oferta, com a taxa de ocupação ficando em 81%, de 83% um ano antes. A Gol disse que não realizou voos internacionais no último mês de 2020.

Gol (GOLL4): consumo diário de caixa pode aumentar até quatro vezes
Gol (GOLL4): consumo diário de caixa pode aumentar até quatro vezes

2020

Em todo o ano passado, a demanda por voos no país recuou 48,3% na comparação com 2019, enquanto a oferta retraiu 46,8%, fazendo com que a taxa de ocupação ficasse em 80,6% de 82,9% nos 12 meses anteriores.

Quanto aos voos internacionais, a demanda despencou 76,3% e a oferta diminuiu em 75% em 2020 ante 2019, fazendo com que a taxa de ocupação ficasse em 72,3%, de 76,3%.

Mato Grosso

De olho no mercado regional, a companhia anunciou acordo de interline com a Asta Linhas Aéreas, companhia baseada em Cuiabá. Um acordo interline é um passo antes do codeshare e traz comodidades ao passageiro, como um único check-in e despacho de bagagem da origem até o destino final, mesmo em caso de conexões na viagem.

Segundo a Gol, a parceria traz quatro novos destinos a sua malha: Juína (JIA), Tangará da Serra (TGQ), Lucas do Rio Verde (LVR) e Nova Mutum (DNM). Estas cidades do Mato Grosso já estão com as vendas abertas no site da Gol para voos a partir do próximo dia de 15 de fevereiro de 2021 – com exceção de Nova Mutum, cujas vendas devem se iniciar nos próximos dias.

As rotas estão conectadas à malha da Gol via Cuiabá. “Estes destinos no interior mato-grossense reforçam o compromisso da Gol, que acredita na expansão regional e sub-regional e no processo de democratização do acesso ao transporte aéreo no País”, disse a empresa, em nota. Os voos serão operados pela Asta com aeronaves Cessna Grand Caravan, com capacidade para até nove passageiros.

Veja GOLL4 na Bolsa:

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: