A XP Investimentos anunciou a nova composição de sua carteira de fundos imobiliários (FIIS) e reforçou que fará rebalanceamento do portfólio a cada quatro meses.

Conforme relatório encaminhado ao mercado, a nova composição dos Índices de Fundos Imobiliários da XP ficou assim: XPFI, XPFT e XPFP.

A gestora diz seguir a metodologia dos índices, e que a revisão do portfólio, agora a cada quatro meses, será sempre na primeira segunda-feira útil dos meses de janeiro, maio e setembro.

Para a companhia, o objetivo dos índices é acompanhar o desempenho médio das cotações dos fundos imobiliários negociados na B3.

Cotas do FII PATR LOG começam a ser negociadas na B3
Cotas do FII PATR LOG começam a ser negociadas na B3

Assim como o IFIX, o XPFI (Geral), XPFT (Tijolo) e XPFP (Papel) são índices de retorno total, ou seja, procuram refletir as variações dos preços dos fundos imobiliários ajustados pela distribuição dos proventos dos mesmos.

A nova composição do XPFI passou de 42 fundos para 48 fundos em janeiro. Para ver a lista completa, clique aqui.

FIIS: XP atualiza carteira de fundos imobiliários e fará rebalanceamento a cada quatro meses

IFIX

A B3 também divulgou a nova composição do IFIX na última segunda-feira, que passou de 81 fundos para 87 fundos.

Fazendo uma análise da composição do IFIX entre janeiro/18 e janeiro/21, é possível notar que em apenas 3 anos o IFIX migrou de uma indústria de gestão passiva para gestão ativa.

O número de fundos mono-ativo também diminuiu no período, passando de 30 em janeiro/18 para 5 fundos na composição de janeiro/21.

FIIS: XP atualiza carteira de fundos imobiliários e fará rebalanceamento a cada quatro meses

A indústria

O amadurecimento da indústria favoreceu a entrada de novos investidores: no último relatório divulgado pela B3, até novembro de 2020, houve um aumento de 76,1% na base de cotistas em relação ao ano interior.

Simultaneamente, os novos lançamentos para esta classe de ativos, como o empréstimo de cotas e o primeiro ETF Imobiliário, XFIX11, lançado pela XP no final do ano passado, é possível verificar um aumento de novas estratégias e segmentos dos FIIs, além de um aumento de gestoras que estão entrando no mercado.

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: