Exportações do agronegócio brasileiro atingem US$ 11,3 bi em julho e têm salto de 15,8%

O setor teve participação de 44,2% no total das exportações do mês passado

Em julho deste ano, as exportações do agronegócio atingiram US$ 11,29 bilhões, tendo um salto de 15,8% em comparação com o mesmo período em 2020. Desta forma, o resultado foi estimulado pela valorização dos preços das commodities.

O valor dos produtos agropecuários exportados pelo Brasil aumentou 28,5% em relação à base anual, corrigindo a queda de 9,9% na taxa de quantum das exportações.

Montante histórico do agronegócio

Logo, embora o volume exportado tenha despencado, a alta nos preços internacionais dos produtos valorizou esses números, resultando em um montante histórico, segundo o Ministério da Agricultura.

Desse modo, o documento expôs os embarques do principal produto de exportação no país, a soja. O item subtraiu 10 milhões de toneladas em julho de 2020, indo para 8,7 milhões de toneladas neste ano.

Contudo, utilizando a mesma base de comparação, o preço médio sofreu uma grande alta. Ou seja, o saldo exportado saltou para US$ 4 bilhões.

Além disso, o Ministério da Agricultura ressaltou a marca histórica com exportações de carnes bovina, suína e de frango somente em um mês. Assim, totalizando US$ 2,03 bilhões em julho graças ao aumento dos preços médios e volume vendido.

A propósito, segundo consta no documento, o agronegócio cooperou com a atuação de 44,2%, ao todo, nas exportações do Brasil no mês.

Com isso, o setor do agronegócio representa cerca de 30% do Produto Interno Brasileiro (PIB) do Brasil, segundo os dados divulgados pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

Exportações do agronegócio brasileiro atingem US$ 11,3 bi em julho e têm um salto de 15,8%
Valorização de commodities

Investimentos no agronegócio

No final do mês de julho, o maior banco de investimentos da América Latina, BTG Pactual, ingressou na caminhada para o setor do agronegócio de maneira silenciosa.

Visto que, em janeiro deste ano, a instituição deu início a investimentos no setor. Assim, a mesma lançou o fundo imobiliário BTG Pactual Agro Logística, que levantou R$ 598 milhões.

Além disso, na última semana do mês passado, os novos ativos BTG Terras Agrícolas (BTRA11) entraram na Bolsa de Valores (B3), movimentando R$ 350 milhões. Nesse sentido, no período entre fevereiro e maio, o banco efetivou 11 aquisições associadas ao agronegócio, somando R$ 555 milhões. 

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais