Embraer (EMBR3) assiste suas ações subirem 12% após venda de 100 carros voadores; entenda

Carros voadores? Esse é o novo projeto da Embraer que tem como objetivo revolucionar a mobilidade urbana

A Embraer (EMBR3), empresa de aeronaves brasileira, surpreendeu o mercado ao se destacar como uma das ações líderes da alta na Bolsa de Valores (B3) nesta quinta-feira (23).

Os ativos da empresa alcançaram uma alta de 12% só hoje, somando uma valorização de 17% no ano de 2021. Em suma, a cotação dos ativos chegou a R$ 23,72 por ação.

A decolagem dos papéis veio de um contrato entre a empresa brasileira e a britânica Bristow, que solicitou a compra de 100 carros voadores da Embraer, os chamados eVTOLs.

Carros voadores? Não sabe o que é? Veja os detalhes desse projeto que tem como objetivo revolucionar a mobilidade urbana:

eVTOLs

A Eve Urban Air Mobility, subsidiária da Embraer e responsável pelos projetos de eVTOL, junto com a Helisul Aviation, tem como objetivo colocar seus ‘carros voadores’ em operação até 2026.

Essas aeronaves têm como princípio as decolagens verticais, justamente para o uso na mobilidade urbana. Dessa forma, esse tipo de carro voador visa tornar-se uma opção a serviço de táxi aéreo.

Portanto, a Helisul e a Eve planejam iniciar trabalhando numa prova de conceito (POC, em inglês). Sendo assim, o projeto tem como objetivo desenvolver um ambiente seguro para a expansão das operações do eVTOL. Portanto, o foco é criar acessibilidade para os futuros passageiros, o que inclui construir “vertiportos” para embarque do eVTOL.

Embraer (EMBR3) assiste suas ações subirem 12% após venda de 100 carros voadores; entenda o projeto
Ilustração carro voador

Recepção positiva

Dentro do mercado de ações, a notícia foi muito bem vista.

“A Embraer vem se recuperando de maneira célere desde o seu período mais negativo atingido durante 2020. Portanto, diversas parcerias têm sido anunciadas, com destaque para a Eve, que tem uma posição de uma das principais players globais no desenvolvimento de aeronaves elétricas de pouso e decolagem vertical para mobilidade urbana”, afirma Luis Sales, analista da Guide.

Dessa forma, a alta valorização das ações da empresa veio em um momento em que a Goldman Sachs coloca seus ativos como uma das principais recomendações.

Olhar no futuro

De acordo com a Goldman Sachs, a recomendação para seus clientes da compra de ativos da Embraer, vem de um entendimento de que o carro voador tem grandes chances de receber cada vez mais investimentos. Isso porque a perspectiva é que ele seja cada vez mais comprado por diversos países.

“A Embraer é dona da Eve e acreditamos que não está precificada nas ações. Considerando outras companhias de eVTOL listadas”, afirma relatório oficial da Goldman Sachs.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais