Bitcoin: Paciência com a moeda digital costuma ser recompensada, diz BTG

As últimas semanas reforçaram aos investidores uma das principais características do mercado de criptomoedas: a forte volatilidade dos preços, sobretudo se comparada à outras classes de ativos. A afirmação é do BTG Pactual e diz respeito às moedas digitais, em especial ao Bitcoin.

Para o banco de investimentos, pegando apenas a cotação do Bitcoin, foi possível observar que ele saiu dos 51 mil dólares no final de março para o recorde de 63 mil em 13 de abril, um salto de quase 25% em pouco mais de 15 dias.

De 13 a 25 de abril, contudo, o preço retornou para 49 mil dólares, tendo engatado uma nova tendência de alta rumo aos 57 mil e retornado novamente nas últimas horas aos cerca de 50 mil dólares que a mais famosa das criptos negocia atualmente.

“Uma verdadeira montanha-russa que, se por um lado não chega a surpreender quem já investe há algum tempo na modalidade, pelo outro também deixa claro que é preciso ter estômago para carregar uma posição nela ao longo do tempo”, destacou.

Bitcoin

Para a instituição financeira, não é fácil manter a calma diante de quedas expressivas de um investimento em questão de dias ou semanas. Mas se tem algo que a curta história das criptos nos mostrou, é que a paciência com elas costuma ser recompensada.

“Pegue por exemplo alguém que comprou Bitcoin no início de 2020 e manteve o sangue frio para segurar sua posição até agora. Se essa pessoa hipotética tivesse investido R$ 10 mil, hoje ela teria visto sua aplicação valer algo em torno de R$ 70 mil, resultado de uma valorização de mais de 600% da criptomoeda no período”, frisou.

E disse mais: “obviamente, retornos passados não são garantia de rentabilidade futura. O objetivo principal aqui é mostrar que, olhando em retrospectiva, os períodos de maior volatilidade para as criptomoedas não interromperam a tendência de alta vigente há anos para o setor.”

  • Só clique aqui se já for investidor

O que eu quero dizer com isso?

Em termos práticos, o investidor deve ter uma fatia pequena de seus investimentos alocada em criptomoeda e, principalmente, que não deve se desesperar caso ela não apresente o desempenho esperado nas primeiras semanas ou até mesmo meses da aplicação.

“Investir é, antes de mais nada, um processo que requer paciência e disciplina. E isso é especialmente verdade quando os ativos em questão são criptomoedas”, disse.

“Quando você investe mirando um horizonte de tempo longo o suficiente, na grande maioria das vezes a volatilidade é uma oportunidade, não um risco”, ressaltou.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais