Bitcoin (BTC) volta a cair em dia que El Salvador adota criptomoeda oficialmente no país

A moeda digital caiu cerca de 17%, chegando a cerca de US$ 43 mil

Em sua estreia como moeda oficial do país El Salvador, localizado na América Central, o Bitcoin registra uma queda de 17%,  alcançando os US$ 43 mil, seu menor valor em um mês e meio.

De acordo com o presidente de El Salvador, Nayib Bukele, a instalação da criptomoeda apresentou problemas. Por causa disso, o serviço acabou sendo interrompido.

“Qualquer dado que eles tentarem inserir neste momento vai dar um erro. O sistema é desconectado enquanto a capacidade dos servidores aumenta. É um problema relativamente simples, mas não pode ser corrigido com o sistema conectado”, afirmou o presidente em sua conta no Twitter.

Grande teste

A implementação do Bitcoin como moeda oficial de um país se tornou o maior teste da criptomoeda, que tem 12 anos de existência. Afinal, de acordo com os entusiastas, o experimento pode ser muito significativo.

Isso porque o monitorando pode mostrar um número significativo de pessoas que desejam realizar transações com o Bitcoin quando ele circula junto ao dólar americano. Além disso, especialistas pretendem analisar se a criptomoeda pode trazer benefícios para a violenta e empobrecida nação da América Central.

No caso de uma experiência bem sucedida, há uma grande possibilidade de adesão de outros países. Dessa forma, o governo Chivo já se pronunciou informando que está disposto a investir US$ 30 em moeda para usuários que se registrarem com um número de identidade nacional salvadorenho.

Bitcoin (BTC) volta a cair em dia que El Salvador adota criptomoeda oficialmente no país
Bitcoin em El Salvador

1° país a adotar a moeda

El Salvador se tornou a primeira nação a adotar o Bitcoin (BTC) como moeda legal. A aprovação do decreto perante ao congresso do país aconteceu em meados de junho. Além disso, a decisão foi um marco para as criptomoedas.

Como deveria funcionar?

Segundo a lei que regula a adoção de Bitcoin, a moeda de referência para as transações é o dólar americano, visto que o país não tem um dinheiro nacional. Assim, a volatilidade é uma das questões que impossibilitaram o uso do ativo. Mas, a expectativa é de que outros países sigam o mesmo caminho, o que tenderia a diminuição da volatilidade.

Além disso, cerca de 70% da população de El Salvador está fora do sistema bancário, entre 15% e 20% do PIB é composto por remessas enviadas de imigrantes que estão em outros países trabalhando.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais