Bancos digitais: saiba quais são as vantagens e desvantagens

Os bancos digitais possuem diversas vantagens que atraem, principalmente, o público jovem. No entanto, também existem desvantagens que devem ser levadas em consideração.

Com a chegada de novas tecnologias e a utilização de smartphones cada vez mais frequente no país, o setor econômico também precisou se desenvolver para adaptar-se ao mundo moderno.

Suporte via Internet

As pessoas não precisam mais ir em agências lotadas e esperar horas nas filas para tirar dúvidas sobre suas contas bancárias ou solicitar um serviço financeiro.

Isto é, através de aplicativos e plataformas online é possível fazer estas ações. Desta forma, os bancos digitais mantém atendimento via chat durante horário comercial para qualquer um poder tirar suas dúvidas.

Isenção de taxas

Os bancos digitais chegaram no mercado com uma característica em específico: não possuírem agências físicas. Por conta disso, estas instituições economizam de diversas formas como, por exemplo, com aluguel dos estabelecimentos, conta de luz, de água e salário para os funcionários.

Assim, eles podem disponibilizar para os seus clientes isenção de anuidade e taxas de transferência eletrônica (DOC e TED), saques e depósitos gratuitos.

Praticidade e baixa burocracia

Normalmente, para abrir conta em um banco tradicional é preciso levar diversos documentos a uma agência. Dentre eles, o RG, comprovante de residência e às vezes até telefone de algum conhecido. Contudo, os bancos digitais agilizam bastante essa etapa.

Basta baixar o aplicativo da instituição ou acessar a plataforma online, preencher os dados pessoais, encaminhar fotos dos documentos e mandar para análise. Geralmente, em questão de 1 a 2 dias a conta já é liberada para acesso.

Bancos digitais: saiba quais são as vantagens e desvantagens

Investimentos acessíveis

Para quem deseja começar a investir seu dinheiro ou já possui aplicações no mercado financeiro, os bancos digitais podem ser uma ótima opção. Alguns deles possuem plataformas de investimentos completas como, por exemplo, o Banco Inter e o Modalmais.

Enquanto outros, oferecem investimentos mais simples atrelados ao CDI, que são perfeitos para quem está entrando no mundo dos investimentos e quer um produto mais simples.

Segurança do FGC

Antes de abrir conta em qualquer banco é importante se atentar se o mesmo possui proteção do Fundo Garantidor de Créditos (FGC).

Com efeito, este recurso garante que todos os clientes que possuem renda de até R$ 250 mil possam receber seu dinheiro caso a instituição quebre. Neste caso, existe uma garantia do fundo se algo repentino acontece com o banco.

Bancos digitais: saiba quais são as vantagens e desvantagens

Falta de suporte presencial

Para aqueles que estão acostumados com o atendimento olho no olho e preferem resolver tudo de forma presencial, este tipo de conta pode não ser tão interessante.

Além do mais, o próprio suporte dos bancos digitais costumam transferir a dúvida primeiro para um robô, que pode acabar atrapalhando ainda mais, antes de encaminhar para um atendente físico.

Falha no sistema

A vantagem de poder usar serviços financeiros através do celular e em questão de segundos é bem atraente. Por outro lado, é importante estar ciente que sempre podem ocorrer falhas no sistema.

Neste caso, o cliente fica impossibilitado de mexer em sua conta, o que seria bastante preocupante em casos de urgência. Ao mesmo tempo, é preciso sempre ter pacote de internet disponível para acessar o dinheiro.

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Leia mais