A Azul (AZUL4) reportou nesta segunda-feira (16) prejuízo de R$ 1,2 bilhão no terceiro trimestre, mas sinalizou uma recuperação mais rápida do que o esperado na demanda por viagens aéreas, prevendo que terá 80% de seus voos em operação até o final do ano.

Segundo a Reuters, a receita dobrou em relação ao segundo trimestre para R$ 805 milhões, embora ainda tenha ficado 70% abaixo na comparação anual em razão da pandemia do coronavírus.

Azul estende recuperação em agosto, mas tráfego ainda cai quase 70% a.a

AZUL4: debêntures

A Azul nesta dia 9 que concluiu procedimento de coleta de intenções de investimento (bookbuilding) para emissão de 1.745.900 debêntures conversíveis em ações preferenciais a R$ 1 mil cada, totalizando R$ 1,7 bilhão.

A companhia aérea informou que houve alocação aos investidores âncoras – Knighthead Capital Management e Certares Management – de 1.668.720 debêntures, no prêmio de conversão inicial em percentual de 27,50%.

Investidores

Os investidores que submeteram intenções de investimento, no procedimento de bookbuilding, no prêmio de conversão inicial em percentual de 27,50% foram alocados nas debêntures adicionais (hot issue).

Ainda de acordo com a Azul, o preço de conversão será de R$ 32,2649 por ação PN resultando em um prêmio de conversão inicial de 27,50%, calculado sobre o VWAP de 30 pregões da ação de referência de R$ 25,3058.

Demanda doméstica

O CEO da Azul Linhas Aéreas, John Rodgerson, voltou a falar sobre a retomada da companhia aérea diante desta crise da pandemia de covid-19. Segundo ele, a retomada é nítida e acontece velozmente.

“A queda foi muito dura nos primeiros meses de pandemia, mas a demanda está voltando rapidamente”, afirmou Rodgerson, em live para apresentar uma nova parceria entre a companhia aérea, a Visa e o Itaú.

Além do fechamento das fronteiras para voos partindo do Brasil, a alta do dólar também incentiva a retomada do Turismo pelos destinos domésticos, o que já é uma realidade, segundo o executivo.

“O real bateu quase seis dólares hoje. É o momento perfeito para o brasileiro conhecer o Nordeste. Os voos da Azul para Fernando de Noronha nos próximos 30 dias estão lotados, isso sem contar Trancoso, Praia do Forte e outros destinos na região. Fato é que os brasileiros voltaram a amar seu próprio país e estão vendo que é totalmente possível voar com segurança graças ao sistema de filtragem de ar igual aos de hospitais e outros rígidos protocolos a bordo. Certo é que a atividade de voar é segura.”

Veja AZUL4 na Bolsa:

https://youtu.be/rdCM_DZ-CWs
Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: