Americanas (AMER3) compra rede de hortifruti Natural da Terra por R$ 2 bi e reporta balanço trimestral

Companhia reverte prejuízo e registra lucro líquido de R$ 225 milhões no 2° trimestre do ano

Nesta quinta-feira (12), o mercado viu a Americanas (AMER3) disparar e alcançar uma alta surpreendente. Dessa forma, as ações da empresa subiam 2,36%, sendo negociados a R$ 46,78.

O aumento se deu devido ao anúncio da companhia sobre a aquisição do hortifruti Natural da Terra por R$ 2,1 bilhões. Além disso, a rede também divulgou o balanço do segundo trimestre, que registrou um lucro líquido de R$ 225 milhões.

Volta por cima

A companhia publicou os resultados do segundo trimestre de 2021 ontem. Sendo assim, vale lembrar que esses valores são os primeiros desde a junção dos ativos da antiga B2W com os da Lojas Americanas.

Dessa forma, mesmo apresentando prejuízo no último balanço, a empresa surpreendeu com os novos números. O lucro líquido da Americanas S.A. foi de R$ 225 milhões.

A rede de lojas, que abrange o site Americanas.com e Submarino, assim como a fintech Ame, divulgou o Ebitda (resultado operacional medido pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização), que chegou a R$ 1,07 bilhão de abril a junho. Isso é o equivalente a um crescimento de 44,9% em relação ao ano de 2020.

Americanas (AMER3) compra rede de hortifruti, Natural da Terra por R$ 2 bi e ações disparam

Ilustração Lojas Americanas e Natural da Terra

Marisa e Natural da Terra

A compra do hortifrúti foi anunciada menos de uma semana depois da Americanas ter declarado interesse em adquirir as lojas Marisa. A aquisição dessas empresas pode significar uma presença maior da companhia no varejo brasileiro, que anda cada vez mais disputado.

Por outro lado, paralelamente a compra, o Natural da Terra anunciou o seu IPO. No entanto, as expectativas depositadas sobre essa abertura de capital foram frustradas. Isso porque, de acordo com o mercado, a oferta inicial iria movimentar no máximo R$ 2,1 bilhões (valor pago à empresa pela compra), mas os sócios do hortifrúti entendiam que a rede valeria R$ 2,9 bilhões.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais