3 dicas para investir em Bitcoin e outras criptomoedas de forma segura

Evite golpes e fuja daqueles investimentos que prometem rentabilidade milagrosa

As criptomoedas são as queridinhas da década. Conhecido por muitos, ativos como o Bitcoin ganharam fama como fonte de dinheiro rápido e fácil. No entanto, esse tipo de investimento tem como principal característica sua volatilidade e risco alto.

Mesmo assim, o que não falta por aí são receitas da felicidade, que oferecem investimentos com a rentabilidade lá em cima, em um prazo muito curto.

Pensando nisso, assim como toda aplicação, para investir recursos em criptomoeda é necessário buscar conhecimento, assim como ter estratégias traçadas.

1 – Quem tem passado tem tudo

Muitos dos golpes realizados com criptomoedas tem a ver com golpistas que montam empresas fictícias. Dessa forma, prometem mundos e fundos, mas quando conseguem o dinheiro, acabam sumindo ou dando o famoso “calote”.

Portanto, uma das principais coisas a se fazer ao pensar em investir em criptos é buscar o passado da corretora, assim como sua credibilidade com clientes anteriores.

Em suma, checar informações como o registro da empresa ou corretora em instituições oficiais, como Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o Banco Central ou a B3. Além disso, é possível fazer uma busca de reclamações da corretora em sites como o Reclame Aqui.

3 dicas para investir em Bitcoin e outras criptomoedas de forma segura
Ilustração investir em criptomoedas

2 – Rendimento garantido?

Em primeiro lugar, é necessário que o investidor saiba que aplicações em criptomoedas são arriscadas. Isso porque esse tipo de investimento é extremamente volátil. Um bom exemplo é a história de altas e baixas do ativo mais famoso do mundo, o Bitcoin.

A moeda chegou aos seus valores mais baixos esse ano, preocupando muitos investidores. Alguns meses depois, voltou a subir, chegando a um dos valores mais altos desse ano, aproximadamente US$ 50 mil.

Portanto, é necessário saber que investimentos que prometem rendimento garantido, em sua grande parte, são fraudes. Rentabilidades mais seguras e garantidas ficam apenas com a renda fixa.

3 – Busque conhecimento

Investir em criptomoedas exige alguns processos que podem ser simples, porém, necessita de atenção e o mínimo de conhecimento. Dessa forma, é necessário saber o que são carteiras digitais, exchanges e etc.

Portanto, para evitar erros que consequentemente poderão fazer o investidor perder dinheiro, é importante buscar conhecimento. Há diversos cursos online sobre questões básicas desse tipo de investimento. Da mesma maneira, é possível buscar a orientação de um profissional em criptos.

Mesmo assim, sempre é bom estudar e bolar novas estratégias. Afinal, por ser volátil, o mercado pode mudar o tempo inteiro.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais