10 ações mais recomendadas para investir no mês de outubro, segundo Modalmais

Leandro Martins, analista do Modalmais (MODL11), revelou os papéis que mais devem render este mês

A Bolsa de Valores brasileira (B3) viu suas ações despencaram nas últimas semanas. Registrando uma queda de 6,5% em setembro, o índice Ibovespa teve um dos piores meses do ano.

Segundo analistas, um dos principais motivos para a queda foi a instabilidade politica e econômica no país, somada a eventos como a greve do dia 7 de setembro, a crise de energia, a baixa das commodites, assim como a alta da inflação e taxa básica de juros.

Mesmo assim, especialistas do mercado acreditam que é possível se recuperar ao investir em determinados ativos neste mês. Por conta disso, Leandro Martins, analista do Modalmais (MODL11) e responsável por uma das maiores carteiras recomendadas do país, listou as 10 ações mais recomendadas para outubro.

1 – Vale (VALE3)

A Vale, companhia brasileira que opera nos setores de mineração, logística, energia e siderurgia, está entre as ações mais recomendadas para outubro. 

Mesmo apresentando certa defasagem, o ativo foi selecionado devido a sua melhora nos múltiplos fundamentalistas, como preço lucro, preço valor patrimonial, dividend yield e outros.

Assim como, em conjunto com análise top-down, que leva em consideração a parte macroeconômica e o timing do preço, com as recentes movimentações.

2 – Suzano (SUZB3)

A empresa de base florestal Suzano atua com produtos fabricados do plantio de eucalipto. Logo, por sua melhora nos indicadores de mercado, a ação foi escolhida.

Além disso, o preço lucro, valor patrimonial e dividend yield também contaram. Tudo isso em conjunto com a análise top-down, que leva em conta o mercado macroeconômico, adicionado ao timing do preço, com as recentes movimentações.

3 – ETF S&500 (IVVB11)

Em resumo, o IVVB11 é composto pelas 500 principais empresas dos EUA. Portanto, este ETF busca analisar a performance, antes das taxas e despesas, do índice S&P 500 em reais.

O ativo se encontra no radar por seu ramo de atuação, junto aos múltiplos fundamentalistas, análise macroeconômica e movimentos recentes.

4 – Camil (CAML3)

A Camil, companhia de bens de consumo do setor de alimentos, que atua no ramo de industrialização, comercialização e distribuição de grãos, como arroz e feijão, também entrou na lista.

Sendo assim, a ação foi escolhida por sua melhora de múltiplos fundamentalistas, análise top-down, timing do preço e movimentações.

5 – Itaú (ITUB4)

A maior empresa bancária do Brasil, o Itaú Unibanco, tem um valor de mercado de US$ 92,4 bilhões. A mesma se encontra na Bolsa tanto com ações preferenciais (ITUB4) quanto ordinárias (ITUB3), as quais estão sendo indicadas para outubro.

Desta forma, a companhia permanece no radar como principal ativo do setor bancário, principalmente, levando em conta os múltiplos fundamentalistas e análises de mercado.

10 ações mais recomendadas para o mês de outubro, segundo o Modalmais
Painel ação da Vale

6 – Energias BR (ENBR3)

A companhia brasileira possui uma série de produtos, como geração, distribuição, comercialização, transmissão e serviços de energia elétrica.

A propósito, a companhia detém um ativo que expõe certa defasagem frente aos seus pares no setor. No entanto, a ação foi escolhida por apresentar melhora de múltiplos fundamentalistas. Por exemplo, no preço lucro, preço valor patrimonial, dividend yield e outros.

7 – Cosan (CSAN3)

O grupo Cosan, responsável pelos setores de agronegócio, distribuição de combustíveis, gás natural, lubrificantes e logística, integra uma série de grandes empresas, como a Raízen (RAIZ4), Comgas (CGAS5), Moove e Shell (RDSA34).

Suas ações se encontram em um momento interessante. Posto que, os papéis da companhia apresentaram melhora nos indicadores do mercado. 

8 – Bradesco (BBDC4)

Em suma, o Bradesco, considerado o segundo maior banco do Brasil, detém mais de 71 milhões de clientes, assim como cerca de 4,6 mil agências e 99 mil funcionários.

Desse modo, a ação do Bradesco apresenta uma certa defasagem em relação aos seus concorrentes no setor. Entretanto, o Modalmais selecionou a ação por sua melhora de múltiplos fundamentalistas e análise macroeconômica.

9 – Gerdau (GGBR4)

Por certo, a companhia Gardau está entre as maiores produtoras de aço do país. Além disso, ela é uma das principais fornecedoras de aços longos nas Américas e de aços especiais no mundo. 

Sendo assim, a empresa detém uma ação em um período interessante, justamente por apresentar melhora de múltiplos fundamentalistas. Tais como, o preço lucro, preço valor patrimonial e dividend yield.

10 – Azul (AZUL4)

Por fim, a Azul é uma companhia brasileira que atua no setor aéreo. A mesma é classificada como sociedade anônima de capital aberto, além disso, detém como atividade principal o transporte de passageiros.

Sendo assim, o foco da companhia é estar em rotas aéreas regionais dentro do Brasil. Assim como, operar com voos para as capitais e também realizar viagens para aeroportos menores no interior do país.

Portanto, tendo em vista o cenário da pandemia da Covid-19, seu ativo apresenta certa defasagem, Porém, a empresa foi escolhida por sua melhora nos indicadores de mercado, em conjunto com a análise top-down.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais