O banco digital Will Bank está se preparando para oferecer a sua cliente serviços como conta e produtos de investimentos.

O objetivo é atrair, principalmente, os chamados desbancarizados, ou seja, clientes de média e baixa renda. Os serviços deverão estar à disposição a partir de novembro.

Segundo a fintech, haverá conta digital remunerada e cartão de crédito.

Will Bank

Evolução do pag!

Segundo o Valor Econômico, o Will Bank é uma evolução do pag!, emissor de cartões de crédito que atua majoritariamente no Nordeste.

Nasce com uma base de cerca de 1 milhão de clientes, dos quais 60% são dessa região do país e 55% vivem em cidades pequenas.

“Entramos em um público que outros bancos não atendem”, afirma Felipe Felix, presidente do banco.

Dos usuários de cartões do pag!, cerca de 40% não têm conta em nenhum banco, e outros 25% são clientes do Banco do Brasil (BB) ou da Caixa.

“A intenção é tornar os serviços financeiros mais simples e acessíveis para esse público”, afirma. “É um mercado potencial gigantesco.”

O crédito no Will Bank, por enquanto, será concedido por meio dos cartões, que Felix considera o produto mais demandado pelos brasileiros. No entanto, será possível usar o limite do cartão como limite da conta, com pagamento na fatura. As taxas cobradas vão de 1,99% a 5,99% ao mês.

De acordo com o executivo, o volume transacionado nos cartões da fintech cresceu sete vezes nos últimos dois anos. Em 2020, sob o impacto da pandemia e de uma política de crédito mais restritiva, a expansão prevista é de 60% a 70% – no primeiro semestre, foram movimentados R$ 2 bilhões.

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: