A fintech brasileira Nubank levantou 300 milhões de dólares em capital de investidores, de acordo com um documento protocolado na Securities and Exchange Commission (SEC), regulador do mercado de capitais dos Estados Unidos.

Segundo a Reuters, cinco investidores participaram desta captação, segundo o documento, sem revelar os nomes deles.

O Nubank se recusou a comentar o documento protocolado em 19 de junho para esclarecer se o capital constitui uma nova rodada de financiamento, conforme descrito pelo Crunchbase nesta semana.

Os atuais investidores da fintech brasileira incluem TCV, Tencent Holdings Ltd, DST Global, Sequoia Capital, Dragoneer, Ribbit Capital, Kaszek e Thrive Capital.

Nubank: 26 mi

O Nubank, que oferece cartões de crédito sem cobrança de anuidade, atingiu 26 milhões de clientes em junho.

Isso o torna o segunda maior emissora de cartão de crédito do Brasil, atrás apenas do maior banco do país, o Itaú Unibanco, segundo nota de analistas do UBS.

A fintech brasileira reduziu seu prejuízo no primeiro semestre para R$ 95 milhões ante uma perda de R$ 140 milhões em igual período do ano anterior, à medida que o banco adicionou 6 milhões de novos clientes.

Em contraste com o Itaú, Bradesco e Santander Brasil, que foram atingidos pela pandemia do coronavírus, as transações com cartão de crédito do Nubank aumentaram 54% no semestre.

Ele também apresentou o que o UBS classificou de uma tendência de qualidade de ativos “saudável”.

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: