BTG lidera estruturação de 1ª emissão de título social vinculado a projeto de infraestrutura

O BTG Pactual, maior banco de investimentos da América Latina, atuou como assessor financeiro de Project Finance desde o período da pré-construção e co-estruturador e distribuidor da primeira emissão de título social atrelado a um projeto de infraestrutura da América Latina. A emissão colocará títulos garantidos sênior (Aa1 e AA em escala global) no valor COP$ 760 bilhões denominados em pesos, vinculados à UVR.

O beneficiário é a Sacyr Concesiones, que através da Concessionária Rodoviária Montes de María, vai desenvolver o projeto Puerta de Hierro – uma das quatro rodovias que a empresa está desenvolvendo na Colômbia, dentro dos projetos de Quarta Geração (4G) lançados pelo governo daquele país. O corredor rodoviário de 198 Km se conecta aos portos e às principais cidades do Caribe colombiano.

BTG

O BTG Pactual, como agente co-estruturador e co-colocador, fez a apresentação do projeto à U.S. International Development Finance Corporation (DFC), uma agência do governo dos Estados Unidos responsável por financiar projetos em países em desenvolvimento, obtendo com sucesso títulos garantidos sob o formato Reg S/144A com vencimento em 2045.

“Foi muito importante assessorar a estruturação de um projeto dessa magnitude e concretizar dois eventos relevantes para o país, como o primeiro título com garantia da International Development Finance Corporation e o desenvolvimento da emissão de um título internacional com certificação social na Colômbia. Isso reafirma nosso compromisso em fornecer novas soluções de financiamento e investimento associados a práticas de sustentabilidade e governança, gerando valor econômico, social e ambiental a partir de nossas diferentes linhas de negócios”, afirma Juan Rafael Pérez, CEO de BTG Pactual na Colômbia.

  • Só clique aqui se já for investidor

Infraestrutura

Esta garantia da DFC é a primeira concedida a um projeto de infraestrutura desenvolvido na Colômbia; ela cobre o pagamento pontual de cada uma das obrigações de capital até US$ 350 milhões, bem como juros e make-whole premium (no caso de uma terminação da concessão) dos títulos com relação ao montante de capital garantido pela DFC.

“A DFC tem o prazer de fornecer uma garantia para a emissão de títulos sociais da Sacyr para um importante projeto de infraestrutura na Colômbia que promoverá ligações entre as regiões mais pobres do norte do país e os centros econômicos, ao mesmo tempo em que vai estimular o investimento e a participação locais. A emissão de títulos é um passo estimulante para o avanço do desenvolvimento e do crescimento econômico por meio deste projeto rodoviário”, declarou Dev Jagadesan, Acting CEO da DFC.

Concessão

Em 2019 esta concessão foi financiada com US$ 185 milhões e essa nova emissão vai refinanciar o empréstimo existente que foi utilizado para melhorar 192,57 km de estradas já existentes, reabilitar 2,1 km e construir 5,21 km de uma nova estrada, o que facilitará o acesso aos principais portos marítimos, aeroportos e pontos de fronteira da costa caribenha da Colômbia.

Cabe ressaltar que os corredores rodoviários Puerta de Hierro – Palmar de Varela y Carreto – Cruz del Viso obedecem aos princípios e valores ambientais, sociais e de governança (ESG). Eles estão enquadrados nesses critérios de investimento, permitindo a melhoria da conectividade e do acesso aos serviços básicos na região. Da mesma forma, desenvolvem programas e atividades de gestão socioambiental e também contribuem para a geração de empregos e o progresso econômico em sua área de influência. Até o momento, eles possuem 346 empregos ativos, que beneficiam os habitantes de El Carmen de Bolívar, San Jacinto, San Juan Nepomuceno, Mahates e os municípios de Carreto, San Cayetano, Malagana e Cruz del Viso.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais