A XP Inc. fez nesta quarta (2) a sua segunda oferta subsequente de ações (follow-on) no mercado acionário americano desde a abertura de capital, em dezembro do ano passado.

Segundo o Valor Econômico, a nova operação movimentou US$ 1,235 bilhão. Desse total, US$ 956,454 milhões vão para o Itaú Unibanco (ITUB4), que se desfez de 4,26% do capital da empresa.

Banco Itaú

Preço do papel

Conforme o jornal, na oferta os papéis da XP foram vendidos a US$ 39 cada — com desconto de 3,48% em relação ao fechamento de US$ 40,41 desta quarta na Nasdaq.

No ano, as ações da XP sobem 4,91% — bem atrás dos 37,63% de ganho do principal índice da Nasdaq no período. Desde o IPO, no entanto, as ações acumulam valorização de 49,7%.

Oferta subsequente

Em julho, a XP já havia feito uma oferta subsequente de ações que movimentou US$ 954,8 milhões, com os papéis vendidos a US$ 42,50 cada. A operação permitiu à General Atlantic, uma das mais antigas acionistas, levantar US$ 685,9 milhões e reduzir substancialmente sua fatia na empresa.

Com a nova oferta de ações, a XP captou US$ 278,1 milhões, que serão investidos no crescimento da plataforma, com novos produtos; em marketing e propaganda, a fim de acelerar a aquisição de clientes; em áreas de negócios que já são lucrativas, como a divisão de ofertas de ações e crédito colateralizado; e no financiamento de potenciais aquisições,

Itaú

Já o Itaú está revendo a estrutura da sua participação na XP, plataforma de investimentos e empresa de serviços financeiros que concorre diretamente em várias linhas de negócio do banco. Em comunicado na semana passada, o Itaú informou que decidiu transferir uma fatia de 41,05% que detém do capital da XP para uma nova holding, chamada de Newco, e vender essa parcela de cerca de 5% no mercado.

Os US$ 956,454 milhões (R$ 5,01 bilhões) levantados pelo Itaú com a venda das ações já cobrem em grande parte os R$ 6 bilhões que o banco acertou pagar por 49% da XP em maio de 2017. Antes da venda dessas ações, a fatia do Itaú na XP era avaliada em US$ 10,2 bilhões (R$ 53,45 bilhões), equivalente a cerca de 18% do valor de mercado do próprio Itaú.

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: