A Planner avaliou a Ultrapar (UGPA3) em seu portfólio e está recomendando compra. O preço-alvo foi reajustado de R$ 19,94 para R$ 22 e o potencial de valorização está em 10%.

Conforme relatório, os números da Ultrapar foram muito afetados no segundo trimestre de 2020 com a forte redução das vendas de combustíveis da Ipiranga, que não foram compensados pelos bons resultados das outras empresas do grupo.

Porém, no terceiro trimestre a Ipiranga conseguiu uma expressiva recuperação de vendas e rentabilidade, o que aliado à persistência do bom desempenho da Ultragaz, Oxiteno, Ultracargo e Extrafarma, permitiu um salto na geração de caixa e no lucro.

“Esperamos que a recuperação no mercado de combustíveis persista, assim como as outras empresas continuem mantendo o ritmo de crescimento dos lucros. Vale destacar que a Ultrapar está participando do processo de venda da refinaria Presidente Getúlio Vargas da Petrobras. Se a empresa for a vencedora do processo, esta notícia terá grande impacto na ação, dependendo do preço, forma de pagamento e um possível parceiro na aquisição”, informou.

Grupo Ultrapar

Números

De acordo com a Planner, os números da Ultrapar foram muito afetados no segundo trimestre de 2020 com a forte redução das vendas de combustíveis da Ipiranga, que não foram compensados pelos bons resultados das outras empresas do grupo.

Porém, no terceiro trimestre de 2020 a Ipiranga conseguiu uma expressiva recuperação de vendas e rentabilidade, o que aliado à persistência do bom desempenho da Ultragaz, Oxiteno, Ultracargo e Extrafarma, permitiu um salto na geração de caixa e no lucro.

Ultrapar (UGPA3): Planner recomenda compra e reajusta preço-alvo a R$ 22

Resultado

A Ultrapar (UGPA3) teve resultados acima das previsões de analistas no terceiro trimestre, com o grupo multissetorial se beneficiando da gradual retomada da economia brasileira dos efeitos da pandemia de coronavírus.

Segundo a Reuters, a empresa dona da rede Ipiranga de postos de combustíveis obteve lucro líquido de R$ 277,3 milhões de julho a setembro, queda de 9,76% ante mesma etapa de 2019, porém levemente acima da previsão média de analistas ouvidos pela Refinitiv, de R$ 272,7 milhões.

Veja UGPA3 na Bolsa:

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: