A Trígono Capital e a Icatu Seguros acabam de lançar o Fundo Trígono Icatu 100 FIA Prev, com alocação integral em ações.

Destinado exclusivamente a investidores qualificados (que possuem aplicações financeiras com valor igual ou superior a R$ 1 milhão, segundo Comissão de Valores Mobiliários), o fundo tem foco (mais de 60%) em small caps com boas perspectivas de distribuição de dividendos.

Com investimento inicial mínimo de R$ 20 mil ou R$ 1 mil ao mês, o novo fundo também tem como diferenciais o portfólio com diversificação setorial (10 segmentos no total) e baixa sobreposição em relação aos papéis do Ibovespa – apenas 4%.

Trígono Capital lança fundo de previdência alocado 100% em ações e focado em small caps

Fundo de previdência

O gestor da Trígono Capital, Werner Roger, explica que a estratégia do fundo de privilegiar ações que estejam descontadas em relação ao valor intrínseco, fora do radar de corretoras de valores, boas pagadoras de dividendos e principalmente inseridas no universo das empresas small caps analisadas pela Trígono, que difere substancialmente das empresas que compõe o índice SMLL ou Small Caps da B3.

“O retorno no longo prazo vem principalmente dos dividendos. Diversos estudos demonstram que cerca de dois terços do retorno das ações no mundo num prazo de até 25 anos é proporcionado pelos dividendos reinvestidos, e não dos ganhos de capital que dependem exclusivamente do ‘humor’ do mercado, enquanto os dividendos estão associados a qualidade das empresas e sua capacidade de gerar lucro e remunerar seus acionistas no longo prazo consistentemente. Quando falamos em previdência, isso é o mais importante, pois os dividendos possibilitam comprar mais ações, capitalizando ainda mais o investidor”, detalha, gerando um ciclo virtuoso de crescimento do patrimônio.

Fundo

Com taxa de administração de 2% e de performance de 20% sobre o que exceder o Índice Bovespa (Ibovespa), da B3, o investidor tem a opção de fazer a portabilidade de outros fundos de previdência para o Trígono Icatu 100 FIA Prev.

Para diretor de Previdência da Icatu Seguros, Henrique Diniz, a companhia funciona como um marketplace de Previdência e a parceria com a Trígono complementa a grade de produtos da companhia, trazendo mais uma opção ao investidor.

“As ações de empresas com menor valor de mercado tendem a ter maior potencial de valorização no longo prazo, alinhado com o perfil de um produto de Previdência, além de auxiliar na diversificação do portfólio do cliente”, explica Henrique.

Small Caps

A Trígono Capital tem patrimônio líquido superior a R$ 330 milhões e o Fundo Trígono Flagship Small Caps FIC FIA apresentou uma das melhores rentabilidades da indústria em 2019 e desde sua criação é o fundo small caps com melhor desempenho e batendo o índice com larga margem.

Desde seu início em abril de 2018 até julho de 2020, o fundo Trígono Flagship Small Caps exibe uma valorização de 84,1% comparado a 40,7% do índice SMLL e apenas 20,5% do índice Bovespa.

“Praticamos também um processo de investimento que chamados de investimento sustentável com engajamento e impacto”, afirma o CEO da Trígono Capital, Frederico Mesnik. Além de observar os preceitos de ESG (sigla em inglês para melhores práticas ambientais, sociais e de governança), a Trigono participa ativamente das assembleias das empresas e por meio da indicação de conselheiros de administração e fiscal, foi possível recomendar e eleger 14 conselheiros nas empresas da carteira.

Fundo ESG

O gestor Werner Roger classifica as small caps como empresas com valor de mercado de R$ 500 milhões a R$ 5 bilhões e movimentação diária abaixo de R$ 10 milhões.

“É muito mais fácil empresas de menor porte dobrar de tamanho do que grandes empresas”, esclarece o executivo. Segundo o gestor, é possível encontrar muitas empresas que atuam em nichos e possuem grandes barreiras de entradas no universo de small caps, enquanto que as grandes corporações atuam em mercados amplos e competem com outras gigantes, inclusive que atuam globalmente”.

Com 38 anos de atuação no mercado financeiro, o gestor da Trígono Capital faz uma seleção rigorosa das empresas em que investe com base em três pilares: distribuição de dividendos; geração de valor aos acionistas, por meio da avaliação e monitoramento das empresas analisadas e investidas com uso da metodologia de Valor Econômico Adicionado (EVA, na sigla em inglês; e observação das melhores práticas ambientais, sociais e de governança (ESG, na sigla em inglês).

A Trígono Capital

Estabelecida em outubro de 2017, a Trígono Capital é uma gestora de recursos independente, especializada em small caps.

Seus sócios-fundadores, Werner Roger e Frederico Mesnik, têm mais de três décadas de experiência no mercado financeiro. A

 Trígono adota a metodologia de Valor Econômico Adicionado (EVA, na sigla em inglês) como principal ferramenta de avaliação das empresas em que investe.

As melhores práticas ambientais, sociais e de governança (ESG, na sigla em inglês) são um dos principais pilares de investimento da Trígono, tão importante quanto os outros, além dos dividendos que também são considerados muitos importantes no longo prazo e reduz a dependência da valorização das ações, especialmente em momentos de queda do mercado.

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: