O grupo controlador da Tecnisa (TCSA3) venceu ontem a primeira rodada formal da disputa com a Gafisa pelo apoio dos minoritários.

Segundo o Valor Econômico, em Assembleia Geral Extraordinária (AGE) na qual compareceram 45% dos acionistas da Tecnisa, 98% dos presentes rejeitaram a continuidade dos estudos para potencial integração de negócios entre as duas incorporadoras.

“Os acionistas deixaram claro que estão de acordo com a estratégia da gestão”, afirmou o presidente da Tecnisa, Joseph Nigri, filho do fundador da companhia, Meyer Nigri.

O presidente ressalta que 44% do total de acionistas – incluindo os 33% que firmaram acordo de voto – se mostraram alinhados com a administração da companhia.

Gafisa (GFSA3) esclarece CVM sobre captação de recurso

TCSA3: rejeição era esperada

De acordo com o jornal, o percentual de quem se comprometeu com a gestão da Tecnisa a não vender ações e a rejeitar a proposta de fusão feita pela Gafisa chegava ao patamar de 40% a 45% em meados de agosto.

Ontem, foi a primeira vez em que o presidente da Tecnisa concedeu entrevista desde que a companhia divulgou, em 19 de agosto, ter recebido proposta não solicitada da Gafisa para a integração de negócios.

Na pauta da assembleia, estavam também a possibilidade de elevação de 20% para 30% do limite que obriga um detentor de papéis da Tecnisa a realizar oferta pela totalidade das ações e a proposta de um aumento de capital da companhia até R$ 500 milhões.

Os dois pontos não puderam ser votados, na AGE, pela exigência de quórum mínimo de dois terços.

Veja TCSA3 na Bolsa:

TCSA3: não compareceu

A Gafisa não compareceu ontem à AGE proposta por ela mesma. A companhia informou que permanece interessada na combinação de negócios com a Tecnisa. A incorporadora participa da Tecnisa por meio do fundo Bergamo, detentor de 5,23% da empresa.

Veja GFSA3 na Bolsa:

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: