A Singulare Investimentos divulgou sua carteira de ações Top Pick para janeiro com os seguintes ativos: Bradesco (BBDC4), CCR (CCRO3), br Malls (BRML3), Hapvida (HAPV3), e JBS (JBSS3).

Em relatório, a gestora elenca os seguintes comentários:

CCR (CCRO3)

Na nossa visão, os impactos da paralisação para conter o avanço da Covid-19 sobre os resultados da empresa têm sido menores que o esperado: no segmento de toll-roads (responsável por 75% do EBITDA do grupo CCR) a queda do volume de tráfego de veículos equivalentes desde 01/jan até 26/11 foi de cerca de 2,8%. O segmento mais impacto tem sido o de mobilidade urbana e aeroportos, onde os volumes de tráfego acumulam quedas de 46,6% e de 62,2% desde o início do ano, respectivamente. Essa visão, combinada com uma queda de mais de 28,6% do papel este ano, sustentam nossa visão positiva para as ações da companhia. Vemos o papel negociando a R$ 13,77/ação contra preço-justo de R$ 17/ação.

Bradesco (BBDC4)

Na nossa visão, o Banco Bradesco está bem preparado para se beneficiar da recuperação da economia local. Capital é saudável, inadimplência e cobertura de juros estão em níveis adequados e o ROE do segmento de crédito é elevado. Logo, com volumes de crédito começando a exibir melhoras, entendemos que o banco pode retomar um ROE de 20% nos próximos 12/18 meses; Essa visão, combinada com valuations atrativos, sustentam nossa visão positiva para a ação.

Singulare divulga carteira Top Pick para janeiro com BBDC4, CCRO3, BRML3, HAPV3, JBSS3

br Malls (BRML3)

Na nossa visão, as ações da BR Malls estão excessivamente descontadas por conta das medidas de restrição de mobilidade social para conter o avanço da covid-19 sobre a população. Vemos o papel negociando a R$ 10,06/ação contra preço-justo de R$ 12,5/ação. Olhando para frente, com a vacina contra o covid-19 devendo ser anunciada em breve, avaliamos que a BR Malls deve recuperar seus resultados operacionais e voltar a entregar um bom nível de geração de fluxo de caixa operacional. No 3T20, a BR Malls alcançou geração de fluxo de caixa operacional, expressa pelo conceito EBITDA Ajustado de R$ 116,033MM ante R$ 48,582MM no 2T20

Hapvida (HAPV3)

Na nossa visão, a Hapvida deve continuar expandindo seus resultados operacionais no decorrer dos próximos exercícios de forma sólida; As principais frentes de crescimento da empresa no decorrer dos próximos exercícios são: (i) via aquisições, principalmente de ativos na região Sudeste do país; e (ii) via crescimento orgânico, com a companhia devendo capturar ganhos de sinergia em função das aquisições mais recentes realizadas pela empresa.

Singulare divulga carteira Top Pick para janeiro com BBDC4, CCRO3, BRML3, HAPV3, JBSS3

JBS (JBSS3)

Entendemos que a companhia seguirá apresentando forte resultado operacional no decorrer dos próximos exercícios como consequência do cenário externo mais favorável para produtores de proteína animal. Parceria estratégia da companhia com o Grupo WH (maior produtor de porco do mundo) no mercado chinês é positiva e pode adicionar cerca de R$ 3 bilhões/ano para a companhia.

Essa visão e valuations atrativos do papel sustentam nossa recomendação de compra para o papel – vemos o papel negociando a R$ 24,01/ação contra preço-justo de R$ 34/ação.

  • Só clique aqui se você já for investidor
Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: