Ouro Fino (OFSA3) anuncia programa de recompra de ações e plano de Incentivo

A Ouro Fino (OFSA3) anunciou programa de recompra de ações e plano de incentivo, conforme fato relevante encaminhado ao mercado na última sexta-feira (29).

De acordo com o documento, o referido programa tem por objetivo a aquisição de até 1.078 milhão de ações ordinárias, nominativas e sem valor nominal, sem redução do capital social, para serem mantidas em tesouraria, visando à maximização da geração de valor aos acionistas, e, eventualmente, serem utilizadas para atender ao Plano de Incentivo de Longo Prazo.

Ourofino Saúde Animal (OFSA3) reporta lucro líquido 246,2% maior

O programa

O Programa de Recompra, ainda, tem as seguintes características: as aquisições, objeto do Programa de Recompra, poderão ser feitas no prazo de até 18 (dezoito) meses, com início em 30 de janeiro de 2021 e término em 29 de julho de 2022, cabendo à Diretoria decidir o momento e a quantidade de ações a serem adquiridas, seja em uma única operação ou em uma série de operações.

Também o número total de ações ordinárias de emissão da própria que poderão ser adquiridas, ou seja, 1.078 milhão de ações, que representa cerca de 4,57% das ações em circulação no mercado, que atualmente são 23.573.333 milhões de ações, negociadas na B3.

Ourofino (OFSA3) anuncia programa de recompra de ações e plano de Incentivo

Operações de aquisição

Visa ainda as operações de aquisição serão realizadas no pregão da BM&FBOVESPA, a preços de mercado, com a intermediação da seguinte instituição financeira: XP Investimentos.

“A companhia informa a seus acionistas e ao mercado em geral que a AGE também aprovou o Plano, o qual visa estimular a expansão, o êxito e a consecução dos objetivos sociais, alinhar os interesses dos acionistas aos das Pessoas Elegíveis, bem como possibilitar à companhia ou outras sociedades sob o seu controle atrair e manter a ela(s) vinculados as Pessoas Elegíveis e incentivar a criação de valor à Companhia”, destacou.

E disse mais: “também compartilhar riscos e ganhos de forma equitativa entre acionistas e administradores e empregados. Caberá ao Conselho de Administração interpretar, organizar e administrar o Plano, podendo o órgão, inclusive, criar os Programas de Incentivo de Longo Prazo dentro do Plano, no qual estarão deliberados o Período de Apuração, as Pessoas Elegíveis; as Remunerações Base de cada Beneficiário, e o Número Base de Ações de cada Beneficiário.

Veja OFSA3 na Bolsa:

  • Só clique aqui se já for investidor

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais