A gestora Planner divulgou a recomendação de compra para a Localiza (RENT3) e reajustou o preço-alvo para R$ 60 após a companhia anunciar combinação de negócios com a Unidas.

Segundo a Planner, a Localiza está adquirindo a Unidas pagando com ações. Por conta disso, diz acreditar que esta operação, se concluída, será positiva para os acionistas das duas empresas.

“A nova companhia obterá grandes ganhos de escala com a união, será dominante no mercado e terá chances de se tornar a consolidadora em um setor ainda muito fragmentado”, disse a Planner.

E acrescentou: “a conclusão da operação deve ocorrer somente no ano que vem. Vale destacar que, apesar da crise, as ações da Localiza e da Unidas tiveram bons desempenhos nos últimos doze meses, com valorizações de 19,2% e 24,2%, respectivamente, enquanto o Ibovespa sofreu uma queda de 7,2% no período.”

Localiza (RENT3) espera reação gradual de margem no 3º tri

A combinação

Conforme o relatório, a combinação será concluída com o recebimento pelos acionistas da Unidas de 0,44682380 ação da Localiza (RENT3) por cada uma LCAM3 detida.

No fechamento do pregão de ontem, a relação entre a cotação das duas ações era de 0,409548.

Os detentores de LCAM3 também receberão dividendos no valor total de R$ 425 milhões (R$ 0,840299298 por ação), se a incorporação de ações ocorrer.

Caso a Unidas não dispuser de todos os recursos para o pagamento, a diferença será paga pela Localiza. A empresa “combinada”, após a consumação da operação, ficará dividida na proporção de 76,85% para os acionistas da Localiza e 23,15% para os da Unidas.

Números

A combinação da Localiza e Unidas vai gerar um gigante no mercado nacional. Considerando os dados do primeiro semestre de 2020, a nova empresa teria uma frota de 471 mil veículos, faturamento de R$ 6,5 bilhões, EBITDA de R$ 1,6 bilhão e lucro líquido de R$ 402 milhões;

“Muito se pode ganhar na fusão da Localiza e da Unidas. Os principais pontos seriam: maior eficiência no uso da frota, otimização na compra e venda de veículos, corte nas despesas corporativas e operacionais, além da melhoria na estrutura e no custo de capital”, elencou.

Já a participação no mercado da empresa combinada tem como maior preocupação para sua conclusão a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

O setor de locadoras é bastante pulverizado, mas a combinação da Localiza com a Unidas vai gerar um gigante para os padrões do mercado brasileiro.

Segundo os dados da Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (ABLA), em 2019, o setor tinha um total de 10.812 empresas com uma frota de 997,4 mil veículos.

A frota operacional somada da Localiza e Unidas no final de 2019 era de 471,7 mil veículos, portanto, 47% do setor no Brasil.

Veja RENT3 na Bolsa:

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: