A incorporadora e construtora Plano&Plano concluiu hoje sua oferta pública inicial (IPO) na B3, e passa agora a fazer parte do Novo Mercado, segmento caracterizado por empresas que adotam, voluntariamente, a práticas de governança corporativa adicionais às exigidas pela legislação brasileira.

Com o preço unitário de suas ações inicialmente fixado em R$ 9,40, a companhia poderá captar, com recursos primários e secundários, cerca de R$ 690 milhões após o período de estabilização.

“Queremos continuar contribuindo para o desenvolvimento da produção habitacional, gerando riqueza e muitos empregos, ainda mais nesse momento tão desafiador que estamos vivendo no mercado brasileiro”, informa o CEO da Plano&Plano, Rodrigo Von.

A cerimônia de toque da campainha, que marcou o início da negociação das ações da empresa na bolsa (ticker PLPL3), foi realizada online, em formato de live, e contou com a participação de Gilson Finkelsztain, CEO da B3, Rodrigo Von, Rodrigo Luna e cerca de 18 convidados, incluindo executivos e conselheiros da Plano&Plano.

IPO: Incorporadora Plano&Plano concretiza oferta inicial e passa a negociar na B3

IPO: a empresa

Com foco no segmento de baixa renda, chamado de mercado popular, a Plano&Plano se diz líder setorial focada na região metropolitana de São Paulo.

“Trabalhamos incansavelmente para honrar nossa missão de entregar o tão sonhado lar a milhares de brasileiros. Temos muito orgulho de onde viemos e até onde chegamos. Nossa história foi pautada em muito trabalho e na construção de relacionamentos sólidos, éticos e transparentes – e por tudo isto muito nos honra hoje estarmos aqui”, comemora Rodrigo Luna, Presidente do Conselho de Administração da Plano&Plano.

A Plano&Plano nasceu na década de 90 e hoje é uma das dez mais expressivas empresas de incorporação e construção do Brasil.

Possui amplo portfólio em diferentes segmentos e está presente em mais de quinze cidades.

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: