A Tecnisa (TCSA3) informou nesta quinta-feira (27) que o fundo de investimento Bergamo ampliou sua participação no capital da companhia de 3,1% para 5,23%, representando 3.848.458 ações.

O Bergamo é controlado pela concorrente Gafisa (GFSA3).

Segundo a Reuters, por volta das 11h as ações GFSA3 caíam 1,33%, cotadas a R$ 5,19, e TCSA3 tinham queda de 5,47%, a R$ 12,09.

Conforme o fato relevante, o Bergamo reafirmou que pretende exercer todos os direitos inerentes à propriedade das ações, inclusive em relação à convocação e voto em assembleias e alterações na gestão dos negócios da companhia.

Tecnisa (TCSA3) recebe proposta de fusão com Gafisa (GFSA3)

GFSA3: estratégia

A movimentação é uma estratégia da Gafisa em direção à fusão entre as duas companhias.

Semana passada a Tecnisa informou que recebeu “proposta inesperada” da concorrente por uma combinação de negócios.

Na ocasião, a Gafisa, por meio do fundo Bergamo, pediu a convocação de assembleia geral extraordinária para analisar a substituição dos dispositivos estatutários (poison pill) que coíbem a aquisição de participação relevante na empresa.

GFSA3: o estatuto

De acordo com o estatuto da Tecnisa, o investidor que alcançar participação de 20% ou mais do capital precisará, em até 60 dias, fazer ou solicitar o registro de oferta pública de aquisição (OPA) a todos os acionistas.

A Gafisa quer elevar esse valor para 30%, além de fazer um aumento de capital de até R$ 500 milhões e destituir o conselho de administração.

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: