O BTG Pactual Digital (BPAC11) atualizou sua carteira recomendada de ações para outubro. Conforme a instituição, as novidades são Magazine Luiza (MGLU3) e Gerdau (GGBR4).

Elas entram no lugar de Lojas Americanas (LAME4) e a JBS (JBSS3), respectivamente.

Outra alteração, segundo o BTG, diz respeito à Petrobras (PETR4). “Reduzimos o peso da petroleira de 15% para 10%, sendo essa diferença redistribuída para a Vale (VALE3), que foi de 10% para 15%.

BTG (BPAC11) registra queda de 4% no lucro do 2TRI

Construção e Infraestrutura

Conforme relatório, o BTG está aumentando a exposição à Construção e Infraestrutura com a adição da produtora de aços longos Gerdau.

“A demanda por obras de construção está crescendo no Brasil e um BRL mais fraco abriu caminho para aumentos de preços do setor. Junto com Cyrela, Duratex e CCR, a Gerdau aumenta nossa exposição nos dois setores. Embora barata e bem posicionada, decidimos retirar a JBS do portfólio”, informou.

BTG (BPAC11): novidades da carteira recomendada para outubro são MGLU3 e GGBR4

BPAC11: e-Commerce

O banco disse ainda que está aumentando a exposição ao e-commerce com a substituição da Lojas Americanas pela Magazine Luiza.

“Embora o valuation da MGLU não seja uma pechincha, ela aproveitou a mudança no comportamento do consumidor causada pela pandemia e apresentou forte crescimento e resultados sólidos”, elencou.

BTG (BPAC11): novidades da carteira recomendada para outubro são MGLU3 e GGBR4

BPAC11: risco e Retorno

De acordo com o banco, embora os riscos associados à delicada situação fiscal do país tenham aumentado nos últimos meses, os valuations se ajustaram significativamente, com o índice agora sendo negociado a menos de um desvio padrão acima de sua média histórica (13,7x vs. 12,7x 2021E P/L).

O Earnings Yield (rendimento dos lucros, ou prêmio para manter ações) está agora um desvio-padrão acima de sua média histórica usando os lucros de 2021, mesmo após o pico nas taxas de juros reais de longo prazo. Neste ponto, vemos um risco/retorno mais atraente para as ações brasileiras.

Veja BPAC11 na Bolsa:

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: