BRB (BSLI4) planeja emissão de ações até setembro, diz jornal

O Banco de Brasília (BRB), listado sob o ticker BSLI4, pretende emitir, até setembro, novas ações no mercado para conseguir o capital necessário para sustentar a política de crescimento da instituição financeira, que prevê a retomada do plano de expansão nas regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste e de sustentação do banco digital.

De acordo com o Valor Econômico, o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, afirmou que a ideia é elevar o percentual de ações do banco negociadas em bolsa (“free float”) dos atuais 3% para 30%, mas a intenção é que o banco continue a ser público.

“Todo mundo procurando IPO [oferta pública inicial de ações] e a gente vai entrar também [no mercado] emitindo mais ações”, afirmou. Atualmente, o governo do Distrito Federal tem uma participação de 80% no banco, enquanto o Instituto de Previdência dos Servidores detém 16% do capital. “O percentual [30% no mercado] vai gerar volume de capital.

BRB (BSLI3) anuncia Edison Antônio Costa Britto Garcia como presidente do conselho

BRB

Conforme o jornal, o BRB está se preparando para retomar projetos que foram interrompidos no ano passado devido à pandemia de covid-19. Esse é o caso de abertura de agências do banco nas regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste para aumentar as operações de crédito com pessoa física e jurídica como nas áreas de construção civil e rural, além de oferecer se

Além disso, a estratégia de expansão do BRB em 2021 considera as operações de venda de balcão de investimentos, seguridade e meios de pagamento. Segundo o presidente do BRB, a instituição já recebeu propostas dos interessados no balcão de investimentos.

Seguridade

Ainda segundo o periódico, no caso da seguridade as propostas devem ser recebidas até a próxima sexta-feira. “Isso vai permitir que o BRB cresça nesses nichos de negócios também por meio de parcerias com empresas privadas”, contou o presidente do banco.

Sobre a expectativa de crescimento da economia neste ano, Costa afirmou que ainda há muitas incertezas envolvendo, por exemplo, uma definição clara sobre se haverá ou não a renovação do auxílio emergencial e sobre o ritmo da vacinação. Essas duas variáveis vão impactar diretamente no desempenho do Produto Interno Bruto (PIB).

2020-2019

No ano passado, o BRB registrou lucro líquido de R$ 449,599 milhões, alta de 7,33% em relação a 2019. O resultado da instituição financeira foi puxado pelo aumento da concessão de crédito e pelo maior relacionamento com os clientes, que permitiu a das receitas com tarifas e prestação de serviços.

Em dezembro de 2020, a carteira de crédito ampla chegou a R$ 16,2 bilhões, com crescimento de 47,4% em 12 meses e de 11,2% no trimestre. Entre os principais destaques está a ampliação do crédito imobiliário, com aumento de 151,4% em 12 meses e saldo de R$ 2,5 bilhões.

Veja BSLI4 na Bolsa:

  • Só clique aqui se já for investidor

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais