JBS (JBSS3) aumenta lucro do trimestre em 142% e reformula comando global; confira as novidades

Além do lucro positivo, a empresa reportou mudanças na administração, distribuição de dividendos e um programa de recompra

Nesta quarta-feira (10), a JBS (JBSS3), empresa brasileira líder no setor de produção de carnes, divulgou o seu balanço do terceiro trimestre de 2021. Desta forma, a companhia registrou um lucro de R$ 7,585 bilhões, obtendo uma alta de 142% na relação anual.

De acordo com a empresa, o bom desempenho se deu pelas operações na América Latina, que acabaram compensando os problemas que ocorreram no mercado brasileiro. 

Lucro da JBS no 3° trimestre

Além de registrar um lucro de R$ 7,585 bilhões, a empresa teve uma receita líquida de R$ 92,6 bilhões. Ou seja, houve um aumento de 32,2% em comparação com o mesmo período do ano passado.

O lucro antes de todos os impostos (Ebitda) foi de R$ 13,9 bilhões, o que representa um aumento de 74,2% na base anual.

Sendo assim, a JBS conseguiu um aumento significativo em todas as suas marcas associadas. A Seara, por exemplo, teve uma receita líquida de R$9,6 bilhões, conseguindo um crescimento de 38,2%.

Reformulação global

Ainda na última quarta-feira, a JBS anunciou uma reformulação em seu comando global. Isso quer dizer que a Presidência Global de Operações será ativada. Com isso, o executivo André Nogueira, CEO da JBS USA, assumirá as operações na América do Norte a partir de janeiro de 2022.

Enquanto isso, Wesley Batista Filho continuará administrando na América Latina, Oceania e reformulação de novos produtos. Por outro lado, quem ficará a cargo da presidência da empresa no Brasil será João Campos, que atualmente cuida da diretoria executiva de Alimentos Preparados.

JBS (JBSS3) aumenta lucro do trimestre em 142% e reformula comando global; confira as novidades
Fábrica da JBS

Dividendos de R$ 2,37 bilhões

A empresa também informou ao mercado que pretende distribuir R$ 2,37 bilhões em dividendos, tendo como base o lucro do segundo trimestre. Portanto, o valor por ação ordinária será de R$ 1.

Os acionistas que terão direito a receber os proventos são aqueles que ficarem posicionados nas ações da JBS até o dia 16 de novembro. Assim, o pagamento está previsto para acontecer no dia 24 de novembro.

Programa de recompra e cancelamento

O Conselho de Administração da JBS aprovou o cancelamento de 137.269.200 ações ordinárias que estavam mantidas em tesouraria.

“Em função do cancelamento de ações em tesouraria, o capital social da JBS passou a ser dividido em 2.373.866.570 de ações ordinárias, todas nominativas, escriturais e sem valor nominal”, disseram.

Ainda mais, a empresa irá fazer um programa de recompra para adquirir até 129.073.668 ativos.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais