Wise Investimentos anuncia saída da plataforma da XP; mercado estima que vá para o BTG

A catarinense Wise Investimentos anunciou na quinta-feira (20) a saída da plataforma da XP Investimentos. A firma de assessoria, com sede em Criciúma, deverá agora aguardar 60 dias, conforme prevê o contrato, para depois anunciar seu novo destino.

O mercado estima que a Wise vá se filiar ao BTG Pactual, mesmo caminho que fez outra grande empresa de assessoria em investimentos com sede em Balneário Camboriú um ano atrás: a EQI Investimentos.

A disputa entre BTG e XP tem estado tão acirrada que o banco de André Esteves já abarcou nos últimos 40 dias pelo menos três escritórios que até então eram vinculados à XP.

Com relação à Wise, a AAI tem, até então, uma carteira de R$ 3 bilhões. A companhia precisará convencer a totalidade de sua clientela a migrar junto para a nova plataforma. Não é tarefa fácil, pois muitos investidores têm suas preferências em se tratando de teses de investimentos, tecnologia e filosofia empresarial.

A própria EQI, por exemplo, quando migrou levou, num primeiro momento, cerca de R$ 3 bilhões, que subiu para R$ 9 bilhões em pouco tempo. À época, para se ter ideia, a firma de Juliano Custódio administrava uma carteira de R$ 12 bilhões.

Outro ponto que precisa ser analisado diz respeito aos assessores de investimentos que, na sua maioria, são profissionais autônomos. Num movimento como este, a firma às vezes perde parte de seus especialistas que também não querem migrar por uma razão ou outra.

Mas, nada que impeça a transição empresarial, visto que com tempo e políticas agressivas de remuneração, as firmas, por fim, conseguem atualizar suas plataformas, políticas e pessoal.

Wise

A Wise tem, atualmente, 150 assessores e 40 escritórios espalhados pelo Brasil. O foco do escritório, a partir de agora, será na aceleração do projeto de novas filiais espalhadas pelo país com o objetivo de levar investimentos para cidades pequenas, muitas delas não alcançadas pelos grandes polos econômicos.

“Entendendo o atual momento da empresa, a desconcentração do sistema financeiro, o interesse por novos produtos e novas oportunidade de investimentos, a tomada de decisão foi baseada em seguir por novos rumos com o business e metas para 2021”, destacou a firma em seu comunicado.

A Assessoria Autônoma de Investimentos (AAI) foi fundada por Lucas Rocco.

  • Só clique aqui se já for investidor

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais