Petrobras (PETR4) conclui oferta de recompra de títulos; veja movimentação de outras empresas

o volume de principal validamente entregue pelos investidores foi de 2,496 bilhões de dólares

A Petrobras (PETR4) concluiu oferta de recompra de títulos, informou a companhia em comunicado ao mercado na segunda-feira (12).

De acordo com a Reuters, o volume de principal validamente entregue pelos investidores foi de 2,496 bilhões de dólares, enquanto o montante total pago a esses investidores foi de cerca de 2,72 bilhões.

Como o montante total ofertado pelos investidores na oferta de recompra ficou dentro do limite de 3,5 bilhões de dólares, o volume total ofertado em cada uma das séries foi aceito.

Petrobras (PETR4): salários no Conselho não estão entre os mais atrativos

Petrobras: ações

As ações da Petrobras lideravam o pregão na segunda-feira (12), na esteira da alta do petróleo no exterior. A Hypera subia após contrato para venda de centro de distribuição em Goiânia. Na ponta oposta, ações ligadas ao consumo, a shoppings e ao Turismo recuavam. Essas são as principais notícias corporativas do dia:

  • Vale (SA:VALE3) – A Vale informou nesta sexta-feira que a Samarco Mineração, sua joint venture em conjunto com a BHP Billiton Brasil (LON:BHPB), ajuizou nesta data um pedido de recuperação judicial (RJ) em uma das Varas Empresariais da Comarca de Belo Horizonte (MG), com fundamento na Lei de Recuperação Judicial e Extrajudicial e de Falências (LRF). As ações caíam 0,16%, a R$ 102,84.
  • Petrobras (SA:PETR4) – A Petrobras informou que celebrou em conjunto com sua controlada Gaspetro instrumento de transação pelo qual a empresa poderá vender sua fatia de 23,5% na distribuidora de gás natural canalizado Gasmar, do Maranhão, à Termogás. Os papéis preferenciais da companhia subiam 1,15%, a R$ 23,77.
  • Petrobras II – A Petrobras finalizou a venda da totalidade de sua participação de 49% na Sociedade Eólica Mangue Seco 1 – Geradora e Comercializadora de Energia Elétrica S.A. para a V2I Energia S.A., fundo de investimento em participações em infraestrutura gerido pela Vinci Energia.
  • Petrobras III – Dois dos 11 nomes indicados para compor o Conselho de Administração da Petrobras foram considerados inaptos a assumir o cargo por terem atuado em empresas com relação direta com a Petrobras nos últimos três anos. A avaliação é do Comitê de Pessoas, da estatal, formado por membros do atual colegiado da empresa e por especialistas independentes.
  • Fleury (SA:FLRY3) – O Grupo Fleury firmou nesta sexta-feira a aquisição, por intermédio da subsidiária Fleury CPMA, de 66,7% da Vita Ortopedia Serviços Médicos Especializados Ltda. e da Vita Clínicas Medicina Especializada Ltda, por R$ 136,8 milhões. A ação subia 1,18%, a R$ 26,70.
  • EDP Brasil (SA:ENBR3) – A elétrica EDP Brasil concluiu um programa de recompra de ações iniciado em agosto do ano passado, informou a companhia nesta sexta-feira, indicando que foram adquiridos 24,16 milhões de papéis ordinários de emissão da empresa a um preço médio de R$ 18,91 cada. A ação subia 0,11%, a R$ 18,88.
  • Hypera (SA:HYPE3) – O grupo farmacêutico Hypera anunciou nesta sexta-feira que acertou a venda de seu centro de distribuição em Goiânia para o fundo de investimento em logística Newport por R$ 231,46 milhões. O papel subia 1,68%, a R$ 33,99.
  • Marfrig (SA:MRFG3) – A Marfrig Global Foods, segunda maior processadora de carne bovina no Brasil, quer elevar de 30% para 42% o escoamento de sua produção via modal ferroviário até o fim deste ano, disse a companhia nesta sexta-feira. A ação subia 0,66%, a R$ 18,25.
  • Biosev (SA:BSEV3) – O CEO da Biosev, Juan José Blanchard, deixará o cargo após a conclusão da venda da companhia para a Raízen e assumirá novos desafios profissionais dentro do grupo Louis Dreyfus, afirmou a Biosev em comunicado nesta sexta-feira. O papel caía 2,09%, a R$ 8,90.
  • Hapvida (SA:HAPV3) – O conselho de administração da Hapvida aprovou no domingo oferta de ações com esforços restritos de colocação, que espera precificar em 20 de abril, de acordo com fato relevante à Comissão de Valores Mobiliários (CVM). A ação subia 0,07%, a R$ 14,88.
  • Oi (SA:OIBR3) – Oi comunicou nesta segunda-feira que aceitou a proposta vinculante revisada apresentada pelo Grupo BTG (SA:BPAC11) para a aquisição parcial da InfraCo, divisão especializada em fibra óptica da operadora de telecomunicações em recuperação judicial. A proposta vinculante prevê em 31 de dezembro deste ano o valor de firma (EV) da InfraCo de R$ 20,02 bilhões, considerando uma dívida líquida de R$ 4,107 bilhões, integralmente devida à Oi e a ser paga em até 90 dias do fechamento da operação. O papel subia 2,55%, a R$ 2,01.
  • Banco Inter (SA:BIDI4) – O Banco Inter divulgou nesta segunda-feira a prévia operacional do primeiro trimestre de 2021. Um dos destaques foi a originação de crédito, que atingiu R$ 3,7 bilhões no período, o que representa um crescimento de 173% na comparação ao mesmo período do ano passado. As ações subiam 1,65%, a R$ 59,21.
  • Rede D’Or – A Rede D’Or anunciou a aquisição de 51% do Hospital Nossa Senhora das Neves (HNSN), em João Pessoa (PB), ativo avaliado em R$ 550 milhões, através da afiliada Diagno São Marcos. Segundo comunicado desta sexta-feira (9), a companhia também adquiriu, no mesmo negócio, as subsidiárias Clim Hospital Geral, Luppa Laboratórios, Unigastro e Neves Medicina Diagnóstico. O papel subia 4,16%, a R$ 68,67.
  • Intelbras – A Intelbras anunciou a compra de 75% do capital social da Khomp por R$ 89,1 milhões, junto a um contrato de opções de compra dos 25% restantes nos próximos quatro anos. A ação caía 0,65%, a R$ 21,35.

  • Só clique aqui se já for investidor

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Leia mais