Imposto de Renda: Erros na declaração do PGBL podem te fazer pagar mais

Embora o prazo para a entrega da Declaração do Imposto de Renda tenha sido prorrogado para o dia 31 de maio, mais de 4,3 milhões de brasileiros já acertaram as contas com o fisco ainda na primeira quinzena de março.

É de suma importância não deixar para a última hora uma obrigação tão importante como essa, mas também é necessário atentar-se aos detalhes durante o processo para não ficar no prejuízo. Os planos de previdência privada na modalidade PGBL, por exemplo, são conhecidos por proporcionarem benefícios fiscais, permitindo uma renda maior na aposentadoria. No entanto, o contribuinte deve ter em mente que essa vantagem só existe se o plano for bem utilizado.

Imposto de Renda: Erros na declaração do PGBL podem te fazer pagar mais impostos

Imposto de Renda

O PGBL permite uma dedução de até 12% de sua renda bruta anual da base de cálculo do IR da declaração no modelo completo. Mas, diferente do que muitos imaginam, essa economia é apenas uma postergação do pagamento do IR, não um valor que não precisa ser pago. Isso porque, no PGBL, o imposto cobrado no resgate incide sobre o valor total do plano, enquanto no VGBL, o IR incide apenas sobre os rendimentos.

De acordo com a pesquisa feita pela Onze, fintech de saúde financeira e previdência privada, com mais de 5 mil titulares de previdência privada, mostra que a maioria das pessoas não sabe quase nada sobre seus planos: 36% não sabem dizer em quais fundos de previdência investem, 55% não sabem quanto pagam e 56,3% nem sequer sabem se estão ganhando ou perdendo dinheiro. A falta de conhecimento mostra que muitas destas pessoas estão deixando de aproveitar os benefícios proporcionados por este tipo de plano, ou seja, estão pagando mais imposto do que deveriam!

  • Só clique aqui se já for investidor

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais