Fintech Turn2C fecha parceria com Banco do Brasil na área de Consórcios

A Turn2C, fintech especializada em planos de consórcio, acertou uma parceria de representação de vendas na área de consórcios com o Banco do Brasil. Antes do BB, a empresa já tinha acordos com Itaú, Santander, Magazine Luíza, Rodobens e Embracon. O share das seis administradoras que a fintech representa, segundo os dados do Bacen, soma mais de 34% do mercado.

Segundo Bruno Pinheiro, CEO e fundador da Turn2C, “a parceria com o BB traz a empresa para um patamar mais elevado, adicionando ao portfólio uma carteira robusta, com condições negociais e médias de lance altamente competitivas, além da elevada capacidade de contemplação dos grupos, o que se traduz em benefícios e vantagens para os clientes”.

Turn2C

Em menos de dois meses em operação, a fintech já tem 210 parceiros que aderiram à plataforma e um pipeline com mais de R$ 40 milhões de cartas de crédito em negociação. “O objetivo é chegar a 50% do market share do mercado de consórcio e 500 parceiros ainda no ano de 2021”, comenta Pinheiro.

Por meio de modelos matemáticos, estatísticas e análises de dados, a Turn2C permite que os parceiros visualizem o plano mais indicado para que o consorciado seja contemplado o mais rápido possível com o menor lance disponível. Segundo Pinheiro, a plataforma ataca um dos principais problemas dos consórcios, a alta taxa de cancelamento, hoje em torno de 50%.

“O produto consórcio é 100% brasileiro e pode ser visto como uma alternativa ao crédito, além de ter um imenso potencial de construção de patrimônio para pessoa física e jurídica. Infelizmente podemos observar que ele não vem sendo muito bem explorado, principalmente no momento da venda, e ele acaba sendo visto como um produto de sorte ou de poupança forçada”, diz Pinheiro.

  • Só clique aqui se já for investidor

Expansão

Foi visando um mercado em expansão que a Turn2C chega para atuar com dois diferenciais para os clientes:

Ferramenta de Venda Assistida: foco na venda de consórcio individualizada. Por meio das análises de dados, a plataforma Turn2C, busca em todos os grupos das administradoras parceiras a melhor cota disponível para o cliente fazer a melhor alavancagem.

Rede de parceiros: a fintech atua com uma plataforma que possui uma rede de parceiros que já fornecem produtos financeiros de terceiros (investimentos, crédito e câmbio) e agora passarão a ofertar produtos de consórcio por meio da Turn2C, que entrega segurança, agilidade e solução de alavancagem, desde a adesão até a conclusão do consórcio.

Plataforma

Quem tem acesso à plataforma da Turn2C não é o vendedor imediatista, que quer vender o consórcio, receber a comissão e não encontrar mais o cliente, explica Pinheiro. “A nossa rede de parceiros tem uma expertise maior de mercado financeiro e busca um atendimento de longo-prazo”.

A plataforma atua com todos os tipos de grupos de consórcio existentes, imóveis, automóveis, motos, serviços, maquinário agrícola, caminhões, eletrodomésticos.

Segundo a ABAC (Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios), no primeiro trimestre deste ano, o setor comercializou R$ 47,9 bilhões em créditos, um aumento de 42,8% em relação ao mesmo período do ano passado. Este foi o melhor resultado dos últimos dez anos para o período.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais