Wiz (WIZS3) reporta lucro líquido de 33 mi no 4º tri, queda de 33%

A Wiz (WIZS3) reportou lucro líquido de R$ 33 milhões no quarto trimestre de 2020, queda de 33% ante igual período do ano anterior, conforme relatório encaminhado ao mercado.

De acordo com o documento, a queda é resultado do teste de impairment realizado e por perdas de capital de investimentos em empresas controladas.

A receita líquida subiu 29%, para R$ 236 milhões, decorrente da receita da unidade BMG Corretora.

O Ebitda, que mede o resultado operacional, ficou em R$ 73 milhões, queda de 29,8%.

Em 2020, o lucro somou R$ 199 milhões, redução de 10,8%. A receita líquida cresceu 17,8%, para R$ 803 milhões. O Ebitda ficou em R$ 374 milhões, 5% menor que em 2019.

A companhia se posiciona como um canal de distribuição de serviços financeiros e de seguros através de plataforma multicanal.

ETF - o que é e como investir
ETF – o que é e como investir

WIZS

A companhia anunciou um acordo operacional com a Itaú Administradora de Consórcios para a comercialização de produtos financeiros, seguros e consórcios.

A parceria, conduzida por uma nova vertical da Wiz Parceiros com dedicação exclusiva à operação, contempla a distribuição do portfólio de produtos da Itaú Consórcios em uma rede de parceiros credenciados gerida pela Wiz.

A Wiz ficará encarregada das atividades de gestão e operacionalização de um canal de vendas de produtos de consórcio formado por pessoas jurídicas; prospecção e cadastro de parceiros; capacitação e suporte comercial e técnico aos parceiros; elaboração de planos de comunicação e marketing destinados aos parceiros; e disponibilização de plataforma de relacionamento entre Itaú Consórcios e parceiros.

Boa parte dos serviços disponíveis poderá ser acessada pelos parceiros na plataforma PPW (Plataforma Parceiros Wiz), que reúne simuladores de propostas, peças de comunicação personalizadas, suporte online e notícias do segmento. O PPW também disponibiliza uma ferramenta de gestão da carteira de clientes e EAD personalizado.

Segundo Heverton Peixoto, CEO da Wiz, as empresas identificaram uma demanda crescente no mercado de consórcios. Para a Wiz, a parceria com a Itaú Consórcios é promissora e estratégica, uma vez que amplia e diversifica as unidades de negócios da companhia.

Veja WIZS3 na Bolsa:

  • Só clique aqui se já for investidor

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais