Triunfo (TPIS3) reporta lucro líquido de R$256,1 mi no 4º tri, 8 vezes mais

A Triunfo (TPIS3) reportou lucro líquido de R$ 256,1 milhões no quarto trimestre de 2020, uma elevação de oito vezes na comparação com os R$ 31,6 milhões obtidos em igual período do ano anterior, conforme relatório encaminhado ao mercado.

De acordo com o documento, a receita líquida totalizou R$ 245,3 milhões de outubro a dezembro do ano passado, queda de 8,7% sobre os R$ 268,8 milhões mesmo intervalo do ano anterior.

Já o lucro antes de juros impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado foi de R$ 116,2 milhões no último trimestre de 2020, queda de 6,7% ante Ebitda de R$ 124,4 milhões do mesmo período de 2019.

Em 2020, o lucro líquido ficou em R$ 189,3 milhões, revertendo prejuízo de R$ 192,6 milhões em 2019. A receita líquida recuou 1,8%, para R$ 935 milhões. O Ebitda ficou estável, em R$ 423 milhões.

A Triunfo, fundada em 1999, com sede na cidade de São Paulo, é uma das principais empresas brasileiras do setor de infraestrutura, considerada pioneira por sua atuação nos segmentos de concessão rodoviária, administração de aeroporto e terminal portuário, e energia.

Triunfo (TPIS3) reporta lucro líquido de R$256,1 mi no 4º tri, elevação de 8x

Triunfo

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região autorizou o início das obras de duplicação da Rodovia BR-153/SP, administrada pela concessionária Transbrasiliana, subsidiária da Triunfo Participações e Investimentos (TPI).

Segundo a TPI, a Justiça deu provimento ao recurso de apelação apresentado pela companhia, permitindo também o reequilíbrio da tarifa de pedágio de modo a contemplar a inclusão das obras no contrato.

A empresa aguarda a publicação do teor da decisão para prestar mais informações, diz em comunicado.

Veja TPSI3 na Bolsa:

  • Só clique aqui se já for investidor

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais