“Ter um filho exige grandes investimentos, desde questões básicas, como educação, até a realização de metas, como 1º carro ou intercâmbio”

Como a 4ª data comemorativa mais importante para o comércio, o dia dos pais traz consigo uma questão que vai além de receber ou dar presentes. Ter um filho exige grandes investimentos, desde as questões básicas, como por exemplo educação, até a realização de metas, como o primeiro carro ou um intercâmbio. E para que seja possível transformar sonhos em realidade é necessário buscar alternativas para fazer o dinheiro render. Por isso, o ideal é começar a investir desde o começo da vida dos filhos, e não é necessário aplicar altos valores que vão impactar o orçamento mensal. Pode-se começar a partir de R$ 200,00 por mês e com esse valor já é possível pagar uma boa formação, em uma faculdade de qualidade, ou até um intercâmbio.

Como investir para os filhos?

Atualmente há diversas formas de investir para menores de idade, basta ter documentos como RG e CPF do beneficiário e de seus representantes legais. Em um levantamento feito pela Nova Futura Investimentos, notou-se que um investimento mensal no Tesouro Selic de R$ 500,00 durante 216 meses, ou seja, 18 anos, pode render R$ 172.059,55, o valor salta para R$ 203.319,03 caso o montante esteja no Tesouro IPCA, o que é mais que o suficiente para custear uma faculdade de 4 anos com uma mensalidade de R$ 2.500,00, que custaria ao final do curso R$ 120.000,00. A pesquisa ainda apontou que 54% dos entrevistados são pais, e pelo menos 38% investem para os filhos. Além disso, mostrou também que 64% dos que investem fazem seus investimentos em Tesouro Direto.

Qual valor devo guardar?

Os resultados apresentados pela corretora deixam claro que há uma grande variedade de investimentos e rentabilidades, o que dá um poder maior de escolha ao investidor. Outro exemplo é o primeiro carro. Um automóvel popular custa cerca de R$ 36.000,00, com um investimento mensal de R$ 300,00 durante 10 anos, sendo então 120 meses, em uma LCA rendendo 95% do CDI o valor final será de R$ 48.200,72, enquanto no LCI, que rende 123% do CDI, o montante chega a R$ 50.235,94. Além dos dois resultados, que são respectivamente o menor e o maior rendimento, ainda há outras opções rendendo diferentes porcentagens do CDI. Os investimentos podem também se aplicar ao tão sonhado intercâmbio. Com o investimento mensal de R$ 200,00 durante 18 anos, é possível pagar um intercâmbio nos EUA. O investimento desse valor no Devant Debêntures, com rendimento de 134% do CDI ao ano, chega a R$ 134.608,64, o mesmo valor aplicado no VEX, com rendimento anual de 178% do CDI rende no final da aplicação o valor de R$ 171.355,63.

As simulações da Nova Futura Investimentos foram feitas com base nas taxas atuais, com a Sellic rendendo 6,0%, CDI 5,90% e IPCA 3,95% ao ano. Segundo Vinicius Fuzikawa, Coordenador de Conteúdo da Nova Futura Investimentos, a pesquisa aconteceu para mostrar aos pais que é possível levantar uma grande quantia de dinheiro sem comprometer suas finanças. “A intenção é ajudar os pais a vislumbrar e realizar os sonhos dos filhos e mostrar que é possível”, afirma. Fuzikawa explica que o levantamento aconteceu para ajudar os pais a compreenderem que a longo prazo é possível investir o suficiente. “Para que os pais vejam que a longo prazo dá para levantar o valor necessário para pagar uma boa faculdade ou realizar um sonho”, conclui o Coordenador de Conteúdo.

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: