Norte-americana Whirlpool, dona da Brastemp, reporta lucro de R$270 mi no 4º tri, alta de 77%

As operações brasileiras da fabricante americana de eletrodomésticos Whirlpool obtiveram lucro atribuível aos acionistas de R$ 270,2 milhões no quarto trimestre, alta de 77% em relação ao mesmo período de 2019, quando a companhia reportou lucro atribuível aos acionistas de R$ 152,8 milhões.

De acordo com o Valor Econômico, a receita de vendas da dona das marcas Brastemp e Consul cresceu 13% ante o quarto trimestre de 2019 e somou R$ 3,04 bilhões.

Os valores foram calculados subtraindo-se a receita e o lucro anuais, do acumulado até setembro, já que a empresa não divulgou resultados trimestrais.

No ano, o lucro foi de R$ 712,4 milhões, queda de 60% em relação ao R$ 1,77 bilhão registrado no mesmo período de 2019.

A receita foi de R$ 9,26 bilhões, alta de 19% ante a receita de R$ 7,76 bilhões registrada no ano anterior.

Norte-americana Whirlpool, dona da Brastemp, reporta lucro de R$270 mi no 4º tri, alta de 77%

Whirlpool

A melhora do resultado da Whirlpool na América Latina no quarto trimestre de 2020 foi atribuída pela companhia ao crescimento da produção industrial no Brasil no período. A informação consta no relatório sobre os resultados financeiros, divulgados pela companhia dia 27 de janeiro.

No período de outubro a dezembro, as vendas da companhia cresceram 5% na região, para US$ 821 milhões. Em termos orgânicos, excluindo os efeitos cambiais, o aumento foi de 28%. O lucro operacional cresceu 138%, para US$ 100 milhões.

Globalmente, a receita da Whirlpool foi de US$ 5,79 bilhões, alta de 7,7% na comparação anual. O lucro aumentou 71,9%, para US$ 497 milhões.

  • Só clique aqui se já for investidor

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais