O Mercado Pago anunciou nesta terça-feira (13) a entrada no setor de seguros, com o braço de serviços financeiros do Mercado Livre.

Por ora, o Mercado Pago distribuirá seguros para roubo e danos, válidos para celulares seminovos com sistema operacional Android até a versão 9.

A contratação é feita de forma totalmente digital e o pagamento pode ser feito por meio de boleto, débito ou cartão de crédito, parcelado em até 12 vezes.

O Mercado Pago anunciou nesta terça-feira (13) a entrada no setor de seguros, com o braço de serviços financeiros do Mercado Livre MELI.

O produto

O produto, em parceria com a startup Pitzi e a seguradora Mapfre, estará disponível para os quase 20 milhões de usuários ativos do Mercado pago a partir de novembro.

“Para 2021, o Mercado Pago irá expandir o portfólio e o número de seguradoras parceiras já no primeiro semestre, considerando inclusive outros segmentos”, afirmou em nota o vice-presidente do Mercado Pago, Túlio Oliveira.

A iniciativa mostra como grandes plataformas digitais de serviços financeiros no Brasil estão gradualmente expandindo a oferta de produtos para tentar rentabilizar melhor sua base de clientes.

Oferta de crédito

No mês passado, o Banco Original afirmou que está acelerando a oferta de crédito a pessoas físicas para com isso chegar à lucratividade em 2021, disse o presidente-executivo, Alexandre Abreu.

E o Nubank acertou a compra da corretora Easynvest, para entrar no mercado de investimentos, que tem crescido diante do cenário de taxas de juros bastante baixas.

Mercado Livre

O Mercado Livre, por meio de sua fintech Mercado Pago, captou R$ 400 milhões com o Goldman Sachs para ampliar e facilitar oferta de crédito para pequenos negócios sem acesso ao sistema financeiro tradicional.

Segundo a companhia, a operação representa um dos maiores investimentos feito pelo banco americano em uma fintech no Brasil.

O investimento será realizado por meio de um FIDC (fundo de investimento em direitos creditórios) e será utilizado pelo Mercado Pago para ampliar a capacidade de concessão de capital de giro a empreendedores.

“O investimento do Goldman Sachs nos ajudará a seguir com o objetivo do Mercado Pago de democratizar o acesso aos serviços financeiros e ao crédito na América Latina. Grande parte dos vendedores que atuam no Mercado Livre e no Mercado Pago são micro e pequenas empresas que não possuem acesso ao sistema financeiro tradicional”, diz Martín de los Santos, vice-presidente sênior do Mercado Crédito.

“Estamos extremamente entusiasmados em continuar a parceria com o Mercado Livre na democratização dos mercados financeiros da América Latina e no fornecimento de crédito às empresas e comerciantes que hoje não têm acesso”, garante Santiago Rubin, diretor geral e chefe de tecnologia, mídia e telecom para a América Latina do Goldman Sachs.

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: