Família Trajano, principal acionista do Magazine Luiza (MGLU3), ganha R$ 6 bilhões em 24 horas

O impacto no patrimônio pessoal da família é reflexo da compra do e-commerce KaBuM! por R$ 1 bilhão

Os principais acionistas do Magazine Luiza, à família Trajano, viram sua fortuna aumentar R$ 6 bilhões em apenas 24 horas. O aumento astronômico é resultado das aquisições e do crescimento da varejista. Recentemente, a empresa  comprou o e-commerce KaBuM!

Além disso, de acordo com o ranking em tempo real da Forbes, o aumento na fortuna da família teve como principal motivo as ações do Magalu, que encerraram na última quinta-feira (16) com alta de 3,45%, negociadas em R$ 23,72 cada. 

A aquisição custou R$ 1 bilhão mais bônus com oferta de ações. Dessa forma, a oferta, realizada de maneira restrita, teve 150 milhões de ações, com capacidade de movimentar cerca de R$ 4,5 bilhões.

Família bilionária

Uma das principais acionistas do Magazine Luiza, Luiza Helena Trajano, tem uma fortuna avaliada em R$ 29,16 bilhões. Nesse ritmo, ela é seguida por seu sobrinho, Franco Bittar Garcia, que é dono de R$ 29,16 bilhões em patrimônio, de acordo com dados da Forbes.

Mas, a família não acaba por aí. Considerando outros parentes bilionários da empresária, como Gisele Trajano, Fernando Trajano, Flavia Bittar Garcia e Fabricio Garcia, os bens chegam a US$ 17 bilhões no total.

Em suma, a família possui cerca de 58% das ações do Magazine Luiza. Dessa forma, 1% dos ativos estão em tesouraria e 41% em circulação. De acordo com o prospecto informado ao mercado, a nova emissão de ações da varejista pode diminuir a presença da família na empresa.

Família Trajano, principal acionista do Magazine Luiza (MGLU3), acrescenta R$ 6 bilhões na sua fortuna em apenas 24 horas
Luiza Helena Trajano ao lado dos netos, filho e nora (Reprodução: Glamurama)

Aquisições do Magazine Luiza

Só em 2021, o Magazine Luiza conseguiu empresas de diferentes segmentos. Um exemplo, são as compras do ToNoLucro, GrandChef e Plus Delivery, que entraram para o ecossistema da varejista no setor de food delivery.

O mega portfólio também conta com a empresa SmartHint, especializada em ferramentas de busca inteligentes, assim como a Bit55, companhia processadora de cartões de crédito e débito.

Além do mais, a empresa foi licenciada pelo Banco Central para atuar no setor financeiro. Após a compra da empresa Hub, um banco digital, a rede pode oferecer serviços financeiros como, por exemplo, o cadastramento de chaves Pix.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais