Gol (GOLL4) aprova reorganização corporativa da companhia; Smiles também

A Gol Linhas Aéreas (GOLL4) confirmou na quarta-feira (24) que a reorganização corporativa em negociação com a Smiles (SMLS3) foi aprovada em Assembleia Geral Extraordinária (AGE) realizadas por ambas.

Com isso, fica aprovada a migração da base acionária da Smiles para a Gol, acrescenta a empresa em comunicado ao mercado.

De acordo com o Estadão, no início da noite a aérea elevou sua oferta para os acionistas da Smiles para um preço implícito de R$ 27 por ação, de forma que os acionistas da gestora do programa de milhagem vão receber, por ação ordinária que possuírem, R$ 9,14 e 0,6601 ação da Gol; ou R$ 22,54 e 0,1650 ação da Gol, a critério dos acionistas que, “neste último caso, deverão exercer a opção na forma descrita na Seção 3 do Protocolo e Justificação”, acrescenta a empresa ao detalhar as opções de relação de troca.

Segundo a Gol, todas as condições constantes na proposta divulgada em 12 de fevereiro e do Protocolo e Justificação permaneceram inalteradas.

Smiles (SMLS3) adia assembleia para tratar de incorporação da Gol (GOLL4)

Gol

A Gol Linhas Aéreas terá apenas cerca de 200 voos por dia em sua malha de abril (contra 50 em abril de 2020, 200 em agosto de 2020, 650 em dezembro 2020 e 350 em fevereiro 2021). A malha de abril foi completamente reformulada, com todos os voos alterados.

A companhia está chamando de malha essencial, para cobrir todo o País nesse momento da segunda onda de covid-19, bem maior que a primeira. Com o aumento de casos, as vendas caíram e os pedidos de cancelamento dispararam.

Todos os passageiros com voos da Gol em abril devem ir no site voegol.com.br e remarcar seu voo para outra data. Caso não queiram remarcar, podem ficar com crédito na Gol ou pedir reembolso.

Em abril, essa nova malha “essencial” terá apenas nove destinos temporariamente pausados (ou seja, não haverá voos para essas cidades em abril): Jericoacoara (CE), Campina Grande (PB), Sinop (MT), Montes Claros (MG), Caldas Novas (GO), Uberlândia (MG), Londrina (PR) e Caxias do Sul (RS). Há por fora também o caso de Dourados (MS), cuja operação foi pausada por conta das obras no aeroporto.

Veja GOLL4 na Bolsa:

  • Só clique aqui se já for investidor

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Leia mais