Os fundos de private equity (que compram participações em empresas) estão aproveitando o cenário favorável no mercado de capitais para vender empresas.

De acordo com o Estadão, em meio à pandemia a gestora Advent vendeu sua companhia mais antiga do portfólio, a varejista de materiais de construção Quero-Quero.

A saída do fundo do negócio foi por meio de uma oferta inicial de ações (IPO). Na operação, o Advent embolsou R$ 2 bilhões com a venda de 88% de sua participação.

Investimento

Private equity

Conforme o jornal, outros fundos de private equity se organizam para fazer o mesmo. Em setembro, está previsto o IPO da Petz, rede de varejo focada em animais de estimação, do fundo Warburg Pincus.

A operação pode movimentar até R$ 3,33 bilhões. A empresa do setor imobiliário Alphaville e a farmacêutica Alfa, que pertencem à gestora Pátria, também fizeram registro de abertura de capital na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: