Duratex (DTEX3) contrata linha de crédito de R$697 mi com BNDES

A companhia produz painéis de madeira, louças e metais

A Duratex (DTEX3) fechou na quarta-feira (31) a contratação de uma linha de crédito de R$ 697 milhões com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no âmbito do BNDES Finame Direto. Pelo acordo, a empresa tem um prazo de até dois anos para utilizar os recursos.

De acordo com o Estadão, o crédito será destinado à aquisição de máquinas, equipamentos e materiais industrializados de fabricação nacional, além de matérias primas.

Com a captação a produtora de painéis de madeira e louças e metais sanitários pretende aprimorar seu perfil de liquidez e endividamento, após o expressivo investimento na LD Celulose, joint venture firmada pela empresa com a austríaca Lenzing para a construção no Triângulo Mineiro de uma das maiores fábricas de celulose solúvel do mundo.

Duratex (DTEX3) contrata linha de crédito de R$697 mi com BNDES
BNDES contrata R$ 3,3 bi em créditos para empresas

Duratex

A companhia obteve lucro líquido de R$ 301 milhões no quarto trimestre de 2020, uma alta de 5,9% ante o quarto trimestre de 2019, conforme documento encaminhado ao mercado.

De acordo com a empresa, o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação) ajustado somou R$ 516 milhões, salto de 85,4%.

Levando em conta o comparativo anual, em 2020 o lucro cresceu 11,9%, para R$ 453 milhões. Já a receita líquida, por sua vez, disparou para R$ 1,8 bilhão, alta de 27,4%.

Para a empresa, esse resultado é decorrente da bem-sucedida política de aumento de preço praticada, bem como da acelerada recuperação da demanda, que levou todas as divisões a apresentarem forte crescimento no volume de vendas.

Manutenção

Ainda de acordo com a companhia, a manutenção dos altos níveis de utilização fabril, permitindo uma maior eficiência operacional, aliada à bem-sucedida implementação de aumento de preço de todas as divisões, em especial a divisão madeira, fez com que a companhia superasse o resultado recorde alcançado no trimestre anterior.

“Diante da recuperação apresentada a partir do segundo trimestre, maiores números de lançamentos imobiliários e da melhora da expectativa do crescimento da economia brasileira para 2021– cuja projeção de crescimento do PIB de 2021 nas pesquisas Focus do Banco Central é de 3,5% – a companhia segue otimista com o desempenho de suas operações em 2021”, diz trecho do comunicado.

Mais cedo, a empresa aprovou o pagamento de R$ 0,43442952264 por ação em dividendos adicionais referentes ao exercício de 2020

A empresa

Duratex é uma empresa brasileira de capital aberto, com ações negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo. Foi fundada em 1961 e é controlada pela Itaúsa que possui 40% das ações, e o Grupo Ligna com 20% das ações, o restante está na Bolsa de Valores de São Paulo.

Veja DTEX3 na Bolsa:

Duratex (DTEX3) tem resultado trimestral recorde, para R$ 27,7 mi

  • Só clique aqui se já for investidor

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais