A holding do banco de investimentos BTG Pactual (BPAC11) fechou a aquisição do controle da empresa de tecnologias avançadas em energia PSR, disseram as companhias em comunicado conjunto nesta quarta-feira (2), acrescentando que a PSR permanecerá com gestão independente e diretoria executiva inalterada.

Segundo a Reuters, a operação é uma “parceria estratégica” que permitirá uma ampliação das atividades de infraestrutura, inovação e transição energética da PSR, que vê “sinergias” com o BTG Pactual em áreas como o ESG (sigla em inglês para ambiental, social e governança) e espaço para ampliar sua presença global.

Os valores da operação não foram divulgados.

“A parceria com o BTG Pactual nos dará musculatura para atuar em novas áreas que atendam os desafios globais em infraestrutura, educação, descarbonização, clima e tecnologia”, disse o diretor-presidente da PSR, Luiz Barroso.

“Nada muda para nossos clientes atuais, que incluem o próprio BTG Pactual”, acrescentou.

BTG (BPAC11) registra queda de 4% no lucro do 2TRI
BTG (BPAC11) registra queda de 4% no lucro do 2TRI

Atividade-fim

De acordo o comunicado, a PSR fornece metodologias e ferramentas analíticas para planejamento, operação e gestão de riscos em sistemas energéticos, bem como serviços de consultoria econômica, financeira e regulatória, com presença em mais de 70 países.

“Acreditamos no modelo da PSR, na sua capacidade de agregar valor, e vemos potencial para que a empresa ganhe ainda mais força para acelerar seu crescimento global com o apoio de todo o grupo BTG Pactual, mas sem perder sua autonomia”, afirmou Eduardo Loyo, sócio do banco de investimentos.

Índice de sustentabilidade

Esta semana o BTG informou que passará a integrar, a partir de janeiro de 2021, o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE B3), que reúne em carteira 39 empresas listadas na bolsa com melhor desempenho em sustentabilidade.

Como parte do processo seletivo, a empresa respondeu um extenso questionário dividido em 7 dimensões: geral, governança corporativa, econômico-financeira, ambiental, social, mudanças climáticas e natureza do produto.

Veja BPAC11 na Bolsa:

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: