A processadora de alimentos BRF (BRFS3) reportou nesta segunda-feira (9) lucro ligeiramente acima das expectativas dos analistas, impulsionado por um forte desempenho no Brasil no terceiro trimestre.

A empresa informou que lucrou R$ 218,7 milhões no período. Analistas previam lucro líquido de R$ 203,15 milhões em média, segundo dados do Refinitiv.

BRF (BRFS3) enfrenta discussões salariais difíceis em Santa Catarina

BRFS3: a receita

A receita líquida cresceu 17,5%, para R$ 9,9 bilhões, já que a empresa conseguiu aumentar o preço médio dos produtos vendidos. A BRF também disse que conseguiu aumentar em 0,7% os volumes de alimentos industrializados e carnes vendidos no trimestre, para 1,1 milhão de toneladas.

A BRF, maior exportadora mundial de frango, obteve mais da metade de suas vendas do Brasil, onde a receita líquida cresceu quase 21%.

Exterior

Internacionalmente, a receita líquida cresceu 13,5%, mas ajustes na produção em meio à pandemia da Covid-19 continuaram impactando as operações. Como resultado, o lucro bruto e as margens foram pressionados, disse a BRF.

Os custos mais altos de grãos e outras despesas denominadas em dólares também afetaram a lucratividade de suas exportações, acrescentou a empresa.

Sustentabilidade

A BRF, uma das maiores companhias de alimentos do mundo, lança sua Política de Sustentabilidade, cujo objetivo é reforçar suas diretrizes no que diz respeito aos compromissos e princípios ambientais, sociais, de governança e financeiros alinhados à estratégia de gestão da cadeia em que atua.

A companhia também estruturou um Comitê Executivo dedicado à Sustentabilidade com foco em acelerar e acompanhar a implementação das ações e fortalecer a governança ESG,que já conta com um Comitê no nível do Conselho de Administração.

O comitê,liderado pela vice-presidência de Qualidade, P&D eSustentabilidade,contará, ainda, com a participação consultiva de Sonia Favaretto, especialista em Sustentabilidade, “SDG Pioneer” pelo Pacto Global das Nações Unidas e presidente do Conselho Brasileiro da GRI (Global ReportingInitiative).

“A BRF faz parte da vida de milhares de pessoas e, ao longo dos anos, vem oferecendo alimentos seguros e de qualidade inquestionáveis. Isso exige responsabilidade na nossa forma de produzir e, também, na transparência e ética na condução dos negócios. Atuar de forma sustentável e responsável sempre esteve presente na história de mais de oito décadas da Companhia”, afirma Lorival Luiz, CEO Global da BRF. “Estamos em constante evolução e focados no processo de conscientização, engajamento, aprendizagem e cultura da sustentabilidade. A Política e o Comitê reforçam nosso propósito com a transparênciae ampliam o entendimento da sociedade sobre nossas práticas sustentáveis”, complementa Neil Peixoto, VP de Qualidade, P&D e Sustentabilidade da BRF.

Baseada nos compromissos fundamentais de Integridade, Qualidade e Segurança, aPolítica de Sustentabilidade da BRF define diretrizes e princípios de desenvolvimento sustentável integrados e rege as atividades dos colaboradores e demais públicos com os quais se relacionaem toda cadeia que a Companhia faz parte.

Veja BRFS3 na Bolsa:

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: