4 dicas para o investidor ter R$ 1 milhão mais rápido

Cresci em um apartamento de 50m², no qual dividia o quarto com meus dois irmãos. As privações materiais eram constantes, apesar de nada essencial ter faltado para nós. Não por acaso, as discussões dos meus pais envolviam sempre a questão financeira familiar. A partir deste momento, decidi que me planejaria o bastante para que o dinheiro não fosse um problema ao longo de minha vida.

Após 16 anos de aprendizado, marcado por erros e acertos que colaboraram para a descoberta do meu próprio método de gerir e investir meus recursos, o Método MR2, consegui juntar R$ 1 milhão, aos 29 anos.

Bolsa: investimento estrangeiro no Brasil em dezembro é o segundo maior do ano, diz especialista

Trajetória

Durante a trajetória identifiquei 4 pilares fundamentais que me fizeram atingir este patamar. E, adaptei o MR2 para que as pessoas sejam capazes de atingir R$ 1 milhão o mais rápido possível, tendo disciplina e organização, principalmente. Saiba quais são eles:

1) Networking

É comum conhecer pessoas que não se sentem muito confortáveis ao redor dos outros. Muitas se autointitulam tímidas, ou deixam as inseguranças pessoais florescerem sem direção. Por mais difícil que seja, no entanto, é possível treinar as habilidades sociais. É o típico caso do tímido que procura aulas de teatro para se soltar e se transforma.

Não estou dizendo que você precisa de uma mudança radical para melhorar o traquejo social. É possível se adaptar gradualmente. Inicie uma conversa com o taxista, chame um colega de trabalho para tomar café, e por aí vai.

Desde que comecei a empreender e a investir, pude notar a importância das conexões pessoais. É por meio delas que conseguimos ter insights que nunca teríamos, e experiências que nunca imaginamos.

As possibilidades se ampliam conforme você conhece os mais variados tipos de pessoas. O networking é fundamental para quem é CLT ou vai empreender. A rede não pode parar de crescer jamais.

2) Gastar melhor

Quando elevei meu fluxo de renda mensal, decidi que manteria meu estilo de vida em um patamar abaixo de meus ganhos. O primeiro impulso de quem cresceu com inúmeras privações financeiras é comprar tudo o que não pôde ter ao longo da vida. No entanto, compreendi que, para levar uma vida confortável, teria que controlar meus gastos sem me jogar de cabeça nas emoções. Esta é a lógica da escada financeira, sempre manter seus gastos um degrau abaixo do poder aquisitivo.

Em alguns períodos, sabemos que podemos comprar um carro mais caro ou fazer uma viagem internacional custosa, porém, ao analisarmos o peso destes bens no orçamento, devemos recalcular as possibilidades. Ganhando R$ 1 mil por mês ou R$ 10 mil, via sempre um degrau abaixo. O primeiro dinheiro que entra é o dinheiro que investimos e não o que sobra.

3) Investir

Muitos acreditam que investimentos são predominantemente custosos e complicados de gerir. Por conta dessa lógica, não é surpreendente que tantos brasileiros estejam endividados hoje. Compreendo as limitações presentes na vida dos que precisam gastar todo o salário assim que ele cai na conta, porém, é possível se planejar para investir em ativos que assegurarão seu patrimônio.

Fiz uma série de contas com o propósito de exemplificar em quanto tempo você pode se tornar um milionário. Considerando uma rentabilidade de 16% ao ano, aportes mensais e diversificação da carteira de investimentos. Eis os resultados:

Milionário em 10 anos

  • Se você começar o percurso com R$ 100 mil guardados, os aportes mensais devem ser de R$ 2.038 durante o período.
  • Se você começar o percurso com R$ 150 mil guardados, os aportes mensais devem ser de R$ 1.234 durante o período.

Milionário em 20 anos

  • Se você começar o percurso com R$ 50 mil, os aportes mensais devem ser de R$18,18 durante o período.
  • Se você começar o percurso com R$ 20 mil, os aportes mensais devem ser de R$ 411 durante o período.
  • Se você começar o percurso com R$ 10 mil, os aportes mensais devem ser de R$ 674 durante o período.

Apesar de parecer difícil manter a constância dos aportes mensais, imagine os pequenos gastos que corroem seu orçamento e que podem ser cortados. Quem sabe você descubra que há um excesso que pode ser cortado em prol de um esforço que garantirá recompensas futuras. É preciso fazer a diversificação dentro da diversificação. Sua carteira precisa resistir a 6 anos de quedas consecutivas do Ibovespa, como aconteceu recentemente.

4) Empreender

Ao longo dos anos, notei que grande parte dos melhores investidores também empreendem. A mentalidade empreendedora que os mobilizam em busca do melhor negócio também os impulsiona a compreender insights no mercado. A partir dessa semente nasce mais uma forma de expandir o capital.

Com esse leque de fontes de renda é possível expandir as posições em ativos e poupar de forma eficaz, sem que o orçamento mensal seja prejudicado. Você precisa ter diversas vaquinhas leiteiras, fontes de renda. Se Warren Buffett é o maior investidor do mundo porque também é um grande empresário, ilusão sua achar que somente aprendendo a investir tornará você milionário.

  • Só clique aqui se já for investidor

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais