Procon-SP notifica Nubank e Mercado Pago sobre cadastro para PIX sem aval de clientes

O Procon-SP informou ontem (19) que notificou o Nubank e o Mercado Pago para que se expliquem sobre casos de cadastros das chaves de segurança do PIX sem pedidos de clientes e também sobre dificuldades de cancelamento.

A entidade paulista de defesa do consumidor pediu que as empresas respondam por quais canais está sendo ofertado o cadastro no PIX, mostrem como recebem aval dos clientes para registro e como eles podem cancelá-lo, entre outras ações. As companhias receberam prazo de 72 horas para responder.

Nubank

Procon

O Procon-SP também mandou a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) avisar os bancos para não cadastrarem no PIX sem prévia autorização, sob pena de multa por prática abusiva.

A notificação ocorre dias após o Banco Central ter revelado uma lista das instituições com maiores volumes de pedidos de registro no PIX, o sistema instantâneo e ininterrupto de transferências bancárias, que entrará em vigor em novembro.

BC

Segundo o BC, mesmo detendo uma base de clientes muito inferior do que as dos maiores bancos de varejo, Nubank e Mercado Pago juntos lideraram o ranking com folga, com mais de 12 milhões de chaves registradas, de um total de cerca de 30 milhões no país.

Em nota, o Nubank afirmou que todas as chaves foram cadastradas com autorização dos clientes, que isso está documentado e que em um universo de mais de 6 milhões de pessoas com chaves cadastradas, recebeu só duas reclamações. “Essas pessoas foram contatadas e apresentamos com sucesso as evidências de que haviam, sim, dado autorização”, afirmou.

PIX: Mercado Pago

Também em nota, o Mercado Pago disse que seu processo de cadastro das chaves PIX está dentro das regras do Banco Central, respeitando o aval prévio dos clientes. Segundo a companhia, braço financeiro do Mercado Livre, até agora identificou que apenas 0,01% dos mais de 4,5 milhões de cadastros de chaves realizados motivou dúvidas ou reclamações de usuários.

O Mercado Pago disse ainda que criou diversos canais de contato para clientes em casos de dúvidas a respeito.

“Estamos todos em fase de aprendizado e atuando de maneira colaborativa para o sucesso da nova ferramenta”, disse na nota.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais