O Nubank abriu o pré-cadastro de chaves do PIX, o aplicativo do governo para transferências eletrônicas. O Banco Inter (BIDI11) e o Santander (SANB11) já tem.

Isso porque o PIX será o sucessor do TED e DOC, permitindo transferências em questão segundos mesmo aos finais de semana e feriados.

O sistema do Banco Central receberá os primeiros cadastros a partir de outubro, mas algumas instituições se adiantaram.

Nubank reporta prejuízo de R$ 95 milhões no primeiro semestre do ano

Cartão de crédito Nubank

Desde ontem (3) os clientes do Nubank podem pedir para registrar suas chaves do PIX através do aplicativo.

É possível escolher usar CPF, endereço de e-mail e ou número de celular como identificador de transferência. Dessa forma, não será obrigatório informar número de agência e conta.

Após fazer o pré-cadastro, o usuário receberá um e-mail confirmando o pedido e listando como chaves que serão tomadas em 5 de outubro.

A partir desses dados, o cliente pode ver quais chaves estão obtendo no Nubank, editá-las, removê-las e cadastrar uma nova. O PIX será liberado para todos em 16 de novembro.

https://youtu.be/RnSrgWNzuG8

O PIX

A chave do PIX vincula o CPF, CNPJ, e-mail ou celular aos dados completos da conta: isso inclui o número da instituição financeira, agência, conta e tipo de conta (corrente, poupança, pagamento).

Significa dizer que não é possível registrar a mesma chave em mais de uma conta: isso deve gerar uma disputa entre bancos pelo cadastro dos clientes .

Pessoas físicas podem registrar até cinco chaves por conta, enquanto o limite para pessoas jurídicas é maior (até vinte).

Caso o cliente não queira compartilhar CPF ou celular, será possível usar um endereço virtual de pagamento (EVP).

Trata-se de uma chave alfanumérica gerada de forma aleatória pelo Banco Central, que pode ser vinculada a uma conta específica.

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: