Uma assembleia agendada para esta quinta-feira (10) deverá definir os rumos da Tecnisa (TCSA3).

De acordo com o Valor, o placar tende a ser apertado entre quem vota com o controlador e quem apoia a Gafisa (GFSA3).

A Tecnisa não se pronunciou. A Gafisa disse ter sido procurada por muitas pessoas “a favor da proposta e que acreditam no projeto”, mas não informou o percentual estimado que tende a votar a seu favor entre os acionistas da Tecnisa.

Gafisa

TCSA3: proposta

Em 19 de agosto, a incorporadora dos Nigris divulgou ter recebido proposta não solicitada da Gafisa de combinação de negócios das duas.

A Gafisa participa da Tecnisa por meio do fundo Bergamo, que tem 5,23% da companhia, de acordo com informação do dia 27.

Na AGE, os acionistas da Tecnisa vão votar sobre a possibilidade, proposta pela Gafisa, de elevar para 30% o limite que obriga um detentor de papéis da companhia a realizar oferta pela totalidade das ações.

A gestão da Tecnisa se opõe à mudança proposta.

Veja TCSA3 na Bolsa:

TCSA3: comprar ações

Se a questão for aprovada, Gafisa poderá, via compra de ações no mercado, até superar a fatia de cerca de 26% detida pela família Nigri (controladora da companhia), se tornando a maior detentora de papéis, sem esbarrar no limite que aciona o mecanismo de dispersão acionária.

A Gafisa propõe prosseguimento dos estudos para potencial integração de negócios entre as duas incorporadoras. Também será votada, na AGE, a autorização para que seja feito aumento de capital no valor de até R$ 500 milhões.

Se a capitalização for aprovada, o controlador da Tecnisa corre o risco de ser diluído em caso de não aderir à operação.

Veja GFSA3 na Bolsa:

TCSA3: acordo de votos

O controlador da Tecnisa e alguns acionistas, como Cyrela e fundos de investimento, fecharam acordo de votos.

Esse grupo, que possui 33% da incorporadora, se comprometeu a não vender ações e a rejeitar a proposta de fusão. No fim de agosto, segundo fontes, quando incluídos acionistas próximos ao controlador que não fazem parte do acordo, o percentual chegava a patamar entre 40% e 45%.

As ações da Tecnisa fecharam ontem com queda de 1,67%%, cotadas a R$ 11,21. Os papéis da Gafisa tiveram desvalorização de 2,90%, cotados a R$ R$ 4,68.

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: