Petrobras: Produção média de óleo, gás e LGN fica em 2,796 mil boed

Produção nos campos do pré-sal alcançou 1.682 mil bpd no 1T22

No primeiro trimestre de 2022, a Petrobras manteve uma sólida performance operacional, a produção média de óleo, LGN e gás natural no 1T22 foi de 2.796 mil boed, um aumento de 3,4% em relação ao 4T21, em função principalmente:

Da continuidade dos ramp-ups dos FPSOs Carioca (campo de Sépia) e P-68 (campos de Berbigão e Sururu), localizados no pré-sal da Bacia de Santos;
De novos poços produtores no pós-sal na Bacia de Campos e;
Da recuperação da produção após as paradas para manutenção que ocorreram no 4T21.

A produção nos campos do pré-sal alcançou 1.682 mil bpd no 1T22, volume 5,1% acima do 4T21, devido aos ramp-ups das unidades destacadas acima. A produção total no pré-sal foi de 2,03 MMboed no trimestre, representando 72% da produção total da Petrobras.

A produção do pós-sal no 1T22 foi de 467 mil bpd, 2,0% superior ao 4T21, devido principalmente à entrada de novos poços produtores na Bacia de Campos e ao menor volume de perda de produção decorrente de paradas para manutenção.

No 1T22, a produção em terra e águas rasas, por sua vez, foi de 82 mil bpd, 10 mil bpd abaixo do 4T21, em razão dos desinvestimentos de campos terrestres e águas rasas e ao declínio natural de produção.

A produção no exterior foi de 39 mil boed no 1T22, 2 mil boed abaixo do 4T21, devido ao declínio natural de produção dos campos.

Se você gostou deste conteúdo e quer continuar por dentro do mundo dos investimentos, não se esqueça de ENTRAR NO CANAL DO TELEGRAM: Acesse

Já pensou em investir 1 mil reais e transformar isso em 1,900 reais? Quer saber como? Acesse aqui

você pode gostar também

Comentários estão fechados.